Publicado por: Wally | Sábado, Fevereiro 14, 2009

O clássico no contemporâneo

slumdogvita

Em meio ao classicismo da nova cerimônia do Oscar, QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO? levou 8 estatuetas para casa, incluindo melhor filme do ano.

Depois de um baixo em audiência preocupante do ano passado, a Academia, que festeja neste ano seu aniversário de 81 anos, precisava urgentemente de uma espécie de revitalização. E, contando neste ano com filmes muito mais populares, os novos produtores do programa jogaram idéias para os ares e garantiram uma cerimônia muito agradável de assistir.

“Quem Quer Ser um Milionário?” saiu com oito de suas 10 indicações, nas categorias de filme, diretor, roteiro adaptado, fotografia, edição, trilha sonora original, canção original e mixagem de som. Atrás dele, “O Curioso Caso de Benjamin Button”, com três: direção de arte, efeitos visuais e maquiagem. E “Batman – O Cavaleiro das Trevas” saiu com dois: ator coadjuvante (num Oscar póstumo comovente para Heath Ledger) e edição de som. Ainda teve “Milk – A Voz da Igualdade” também com duas vitórias, premiando Sean Penn como melhor ator e ainda levando roteiro original. Do resto, “O Leitor” saiu com o prêmio de melhor atriz para Kate Winslet, “Vicky Cristina Barcelona” com atriz coadjuvante para Penélope Cruz, “Wall-E” como animação do ano, “Homem Equilibrista” como documentário do ano e, surpreendente, o japonês “Departures” levou o prêmio de filme estrangeiro. E, para finalizar, “A Duquesa” levou melhor figurino. Dos indicados à melhor filme, só “Frost/Nixon” saiu com nada.

Apesar da previsibilidade quanto aos vencedores, o espetáculo foi organizado com muito glamour. Hugh Jackman, extremamente carismático, introduziu o show com uma montagem musical inspiradíssima juntando os principais filmes nomeados. Além de ter lembrado a própria Academia quanto à esnobada de “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, ainda teve momentos de esperteza clássica com sua música e com a participação certeira de Anne Hathaway.

aptopix_oscars_photo_room_sff_embedded_prod_affiliate_138vita1E, partindo para os vencedores, nos surpreendemos de cara à maneira estranha de apresentarem a categoria de ‘atriz coadjuvante’, reunindo cinco atrizes que já venceram nesta categoria e incluindo comentários das mesmas sobre cada uma das outros cinco indicadas. O resultado de início foi de estranhamento. Era algo novo e, para pessoas que, como eu, adoram assistir segmentos de desempenho, foi uma decepção. Mas com o desenrolar dessas apresentações, foi perceptível o quanto esta forma de apresentação transformou a cerimônia em algo mais íntimo, emocional e, claro, muitíssimo original. E as outras categorias sofreram mudanças agradáveis. Categorias semelhantes foram juntadas em blocos separados e as áreas foram bem comentadas e exibidas. Roteiro foi lido ao lado de imagens dos filmes e, entre blocos, tivemos geniais segmentos de gêneros, celebrando o que teve de melhor em cada gênero no ano. Apesar do de comédia não ter funcionado tão bem, o de romance foi algo simplesmente maravilhoso (ainda tocando Coldplay) e o de musical foi dos mais contagiantes, incluindo performances de Jackman e Beyoncé com uma junção super inspirada de vários musicais diferentes (cortesia de Baz Luhrmann).

No todo, portanto, a cerimônia finalizou com saldo positivo. Os discursos no geral foram bem cansativos e não tem como não reclamar da bem intencionada mas quase desastrosa apresentações das três canções indicadas em união. Se não fosse pelo arranjo visual e a vitalidade de “Jai Ho”, teria sido um fiasco, já que o cantor de “Down to Earth” se desafinou diversas vezes e muito vergonhosamente, (Peter Gabriel se recusou a ir a cerimônia, pois achou injusto ter que cantar apenas um trecho da música). E ainda teve um ridículo Ben Stiller tentando fazer graça de Joaquin Phoenix que realmente não funcionou (Natalie Portman morreu de vergonha ao seu lado). Mas foram os únicos pontos baixos de uma cerimônia cheia de altos, com apresentações dignas de Tina Fey, Steve Martin, Jennifer Aniston, Jack Black, entre outros. Além disso, é extraordinário ver um filme vencer que seja um ode à vida, ao amor e à força do destino, em contraponto ao ano passado, quando o lamento à sociedade, o pessimista e tenebroso “Onde os Fracos Não Têm Vez” saiu com tudo. A frieza do ano passado substituído pela contagiante paixão de pessoas realmente incrivelmente comovidas, festivas e felizes com seus prêmios. A dívida com Kate Winslet quitada, o falecido Heath Ledger homenageado, e tudo muito bem sincronizado. Elegendo então um filme dos mais contemporâneos, a Academia jogou toques de classicismo no que foi uma junção primorosa entre o clássico e o contemporâneo. Se a audiência desta vez não aumentou, não sei como vai aumentar mais.

Sobre as vitórias, não posso opinar muito pois não vi muitos, incluindo o grande vencedor, por isso não irei me adentrar neste assunto.

A lista completa de vencedores do Oscar 2009 aqui.


Responses

  1. Esse Oscar foi um dos melhores, não? Sei que muita gente discordou dos prêmios para “Slumdog Millionaire” (eu adorei, hehehe), mas em relação à cerimônia não deve ter muito do que reclamar. As decisões dos produtores foram bem acertadas, incluindo esses vídeos que você comentou e também as apresentações do Hugh Jackman. Certamente substituiu a frieza do ano passado, e em grande estilo!

    Valeu pelo link :D

  2. Excelente cerimónia, resultados previsíveis e poucas surpresas…

    Participe na sondagem “Melhor James Bond com Roger Moore” até ao dia 12 de Março 2009, em http://additionalcamera.blogspot.com. Só faltam 15 dias!!

  3. Eu gosto muito, Wally. Alguns prêmios me irritaram um pouco, mas no geral foi uma belíssima Cerimônia.

    Abs!

  4. Eu adorei a cerimônia do Oscar 2009. Como um show, foi o melhor desde o Oscar 2003. Todas as mudanças que foram propostas pela dupla de produtores obtiveram um resultado positivo. O que incomodou mesmo foi o caráter óbvio dos vencedores. A única surpresa que tivemos foi mesmo na categoria de Melhor Filme Estrangeiro (acho que pouquíssimas pessoas estavam apostando no filme japonês).

  5. Como já te disse, achei a produção da festa indiscutivelmente maravilhosa. Só achei os prêmios mal distribuídas…

  6. Pelo pouco que te conheço, acho que vai adorar o vencedor. É serio. Você fez uma colocação muito pertinente ao comentar sobre a vitória do pessimista “Onde os Fracos Não Têm Vez” ano passado. Se, ao ver o filme dos Coen, saíamos da sessão aterrorizados, em “Quem Quer Ser Um Milionário” enxergamos uma luz no fim do túnel, como se nada, nada pudesse atrapalhar nossos sonhos. Em tempos de crise (econômica e existencial) acho que um filme assim não poderia ser mais apropriado.
    E, que bom! Nossa Kate foi finalmente justiçada! A Penelope, o Heath e o Penn (que me perdoem, amantes de Rourke, sua atuação em “Milk” foi uma das melhores que eu já vi na vida!).
    E parabéns pelas apostas, você se saiu muito bem.
    Um grande abraço!
    E viva a melhor cerimônia da história! (Mentira!) Eu só assisto Oscar de 1998 pra cá! :-)

  7. Eu quero ser um milionário!

  8. Fiquei muito triste por não ter assistido à cerimônia desse ano. Sempre assisto, mas como estou sem tv à cabo, ia tentar ver na internet, mas acabei viajando, e soube dos resultados via torpedos enviados pela minha irmã … rsrsrs.
    Enfim, fiquei triste pela derrota do Rourke, e acho todos esses prêmios para o Slumdog, um exagero, apesar de ter gostado do filme.
    Ah, e a foto do seu post ficou muito boa.

  9. Wally, não assisto a uma cerimônia do Oscar desde 2005 e este ano foi a primeira vez em muito tempo que vejo e fiquei bastante satisfeita. Apesar dos prémios terem sido bem òbvios, fiquei muito satisfeita com os prémios de atuação. ;)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: