Publicado por: Wally | Terça-feira, Fevereiro 3, 2009

O Bicho Vai Pegar 2

star1star1

Agora residindo na selva juntos, Elliot e Boog vivem harmoniosamente como grandes amigos até chegar o dia do casamento de Elliot com Giselle, momento no qual Elliot surta, coincidindo com a captura do Sr. Weenie pelos seus antigos donos. Acreditando tê-lo sido raptado, Elliot, Boog e toda a gangue partem numa missão resgate para tirá-lo das mãos de cachorros domésticos.

Apesar do sucesso modesto do primeiro filme, o bem regular e fraquinho “O Bicho Vai Pegar” (cujas morais tortas e obsessão pela mesmice era apenas redimida pelas vozes hilariantes de Martin Lawrence e, principalmente, Ashton Kutcher, que davam uma vida a mais à animação, a tornando em momentos divertida) essa continuação foi lançada diretamente em DVD tanto no Brasil quanto nos próprios Estados Unidos. A razão é bem clara: o orçamento ta bem menor e, por consequência, a própria estética da animação possui certos limites (algo que tentam contornar com utilizo de cores mais vivas), e claro, a ausência de Lawrence (Como Viajar com o Mala do Seu Pai) e Kutcher (Jogo de Amor em Las Vegas) como os dubladores da dupla principal. Em outras palavras, o segundo filme perdeu em técnica e no único ponto marcante do primeiro filme. É de se espantar (ou na verdade se deliciar), porém, que nem tudo está perdido.

O filme ainda não passa do regular, cansa pela falta de novidade, utiliza de clichés abundantes e se encaixa como uma luva no sub-gênero da animação de bicinhos-falantes, já desgastado. Mas ele agrada (em abundância até) seu público alvo, tenta fugir ao máximo de piadas ofensivas e contorna a moral torta que marcou o primeiro filme, aqui contendo uma admirável mescla de valores e lições. É algo que pode não deixa-lo um filme exatamente melhor, mas o deixa, sem dúvida alguma, como uma animação mais recomendável. Não trilha, por exemplo, no caminho do horrível “O Segredo dos Animais”, que é pura babaquice.

E se o filme perde (muito!) com a saída de Lawrence e o ultrajante Kutcher como dubladores (este garantindo os melhores momentos do original), ganha com personagens secundários, aqui os destaques sendo o cachorro Sr. Weenie, cujo sotaque alemão é genial, e o mimado e demoníaco Fifi, dublado com brilhantismo por Crispin Glover (A Lenda de Beowulf), cuja voz insere exatamente o tom preciso necessário para trilhar o sinistro e o cômico. Fifi rouba a cena e garante os momentos mais engraçadinhos da fita, que realmente é um poço raso. As boas idéias são poucas, as virtudes elementos que não permeiam toda a narrativa e é tudo bem limitado, algo de se esperar de um filme feito para o lançamento exclusivo apenas para locação e venda. Mas não algo de se esperar do diretor do super simpático “George – O Curioso”, ainda que o fraco aqui seje realmente o roteiro flácido.

Então o filme surpreende por não ser de todo um desperdicio e, principalmente, por oferecer um agrado mais que satisfatório para a criançada, que poderá dar uma boa risada. Mas no fundo é um filme cheio de falhas e  um tanto longo pelos seus curtos setenta e seis minutos, faltando-lhe metade das idéias necessárias para a construção de um longa-metragem. Se mantém recomendável pela admiração que atinge por elementos isolados e o efeito esperado na audiência, mas não é recomendável de forma alguma para quem busca entretenimento com toques a mais. Não tem nada demais aqui, e Fifi e Sr. Weenie não valem a locação. Quando passar na televisão, porém, será um pedido dos mais agradáveis e descomprometidos. Porque para gostar de “O Bicho Vai Pegar 2”, é preciso estar levemente bem humorado e se deixar ser contagiado pelas cores e excesso de personagens, dos quais apenas dois se salvam da mesmice.

Nota: 5.0

Open Season 2 (2008)
Direção:
Matthew O’Callaghan (co-direção de Todd Wilderman)
Roteiro: David I. Stern
Elenco: Joel McHale, Mike Epps, Jane Krakowski, Crispin Glover, Cody Cameron, Billy Connolly, Olivia Hack, Danny Mann, Sean Mullen, Steve Schirripa
(Animação, 76 minutos)


Responses

  1. Acho o primeiro filme totalmente insensível, uma das piores animações que se pode recomendar para o público infantil, portanto acho que passarei bem longe dessa continuação, hehehehe. Abraço!

  2. Eu nem sabia q existia um “o bicho vai pegar 1” hehehehe Meu Deus, como estou por fora! Abs!

  3. Nem sabia que existia o 2, Wally.

    Te indiquei ao Blog Maneiro!

    Abs!

  4. Não gostei do primeiro e acho difícil eu ver esse, hehehe. Ainda mais depois de “é um filme cheio de falhas e um tanto longo pelos seus curtos setenta e seis minutos, faltando-lhe metade das idéias necessárias para a construção de um longa-metragem” e “O filme ainda não passa do regular, cansa pela falta de novidade, utiliza de clichés abundantes e se encaixa como uma luva no sub-gênero da animação de bicinhos-falantes, já desgastado.” XD

    Abraço! ^^

  5. Hein!? Fizeram OPEN SEASON 2?
    É no Cine Vita que fico sabendo da existência dessa sequência! ;)

  6. Nem sabia desta continuação. Só irei assistir se pegar quando o longa estrear na TV….

    E tem selo para você, lá no Cinéfila por Natureza.

  7. Fikei mais tranquilo qdo vi os comentários das outras pessoas aki, pq achei q só eu não soubesse da existência desse filme!

  8. Fiquei sabendo da existência deste desenho na locadora onde loco meus filmes. Mas tive mais detalhes sobre ele aqui na sua crítica. Quem sabe quando lançar na TV Globinho, eu assisto. rsrsrsrsrsrs

  9. Tem 2??? E olha que nem assisti o 1…

    Abs, Wally!!!!!!

  10. Vc tá na minha lista do Blog Maneiro :-)!

  11. Eu gostei bastante do priemiro, quero ver sim essa sequencia, é lamentavel e estranho que não tenha feito tanto sucesso, mesmo tendo um bom roteiro e principalmente uma animação de primeirissima qualidade.

  12. Acredite se quiser, detestei tanto o primeiro “Open Season”, que fiquei o filme todo com a mão no controle remoto, apertando o botão que avançava as cenas. Fiz isso para não deixar de ver no meio. É muito ruim. Então, agora acabo de ver sua cotação e só tenho a dizer que não encaro uma continuação de jeito nenhum. Ah, e os efeitos são muito ruins – que bichos mais mal-feitos.
    Mesmo que não seja a babaquice de “O Segredo dos Animais” (sim este foi uma babaquice) e possa divertir por alguns momentos, prefiro abster-me.
    Um grande abraço!

  13. Bando de mané quem não curtiu 1 e o 2,essas pessoas só gostam de ver acidente,catastrofes,etc……….a pureza das coisas não existe mais.

  14. […] Vai Pegar, O (Roger Allers e Jill Culton, 2006) * Bicho Vai Pegar 2, O (Matthew Callaghan, 2008) ♦ Casa das Coelinhas, A (Fred Wolf, 2008) * Corrida Mortal (Paul W.S. Anderson, 2008) Espelhos do […]

  15. GOSTEI DO BICHO VAI PEGAR MAS O 2 É MELHOR.

  16. eu odiei

  17. ei wally parabéns pelo texto (crítica) sobre o filme.
    alguém sabe o nome da música que todos os bichos cantam no final do filme? obrigado…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: