Publicado por: Wally | Sábado, Janeiro 31, 2009

Mais do que Você Imagina

star1star1

Quando Henry Durand deixa sua mãe obesa em casa para uma missão especial do FBI, não esperava voltar para casa algum tempo depois – com sua noiva – e encontrar com uma jovem magra e bem cuidada no lugar de sua mãe. Completamente sedutora, sua mãe Martha (agora Marty), cai nas graças de Tommy Lucero, um ladrão internacional se posando de consultor. Ao se envolver com ele, Marty se vê no alvo do FBI, e seu filho Henry é vergonhosamente obrigado a espia-la.

Reunindo as estrelas em decadência Antonio Banderas (Shrek Terceiro) e Meg Ryan (Eu e as Mulheres), “Mais do que Você Imagina” é aquele exemplo bruto de comédia disfuncional. Sem foco, demasiadamente rebuscado e completamente sem rumo, o filme é tão perdido em suas intenções cômicas quanto seu elenco está no direcionamento de suas fraudulentas piadas. O resultado é um filminho bobo, chato e, pior de tudo, nada cômico. Afinal de contas, existem filmes de ruins de ação, drama ou suspense, mas ao menos estes costumam exalar, respectivamente, cenas de ação, dramáticas ou de tensão. Mas “Mais do que Você Imagina” é uma nulidade em fazer rir ou causar qualquer situação no mínimo bem humorada. E é por isso que se transforma num evento tão tragicamente descartável. E isso ocorre quando já nos estressamos o bastante com a história que vai do nada a lugar nenhum. Se existe alguma virtude é a de que – curiosamente e peculiarmente – o diretor manteve nossa curiosidade até o fim. Vemos o filme esperando algo acontecer, pois os elementos em cena parecem nos prometer isto. Infelizmente, é um exercício em futilidade, e poderiamos ter morrido esperando.

Primeiramente, é de se notar que, graças às incansáveis vezes que a prévia do filme rodou antes de filmes vistos em casa, a premissa já ta não martelada na cabeça que já sabemos tudo que irá acontecer de início (e dependendo, até mesmo do fim). Isso não é especificamente uma falha do filme, mas por toda a sessão soa que o único verdadeiro truque escondido por detrás das mangas do roteirista era a personagem obesa de Meg Ryan, exibida em sua forma completamente obesa nas próprias prévias. Isso acaba por diminuir terrivelmente o efeito cômico quando se a assiste já em personagem no filme. O truque então vai por água abaixo quando se percebe que não existe criatividade alguma do roteirista em desenvolvê-lo. E também não ajuda o fato da própria Ryan estar completamente canastra. Sua falta de química com Antonio Banderas é por si só um outro agravante. Faíscas que nunca soltam para quebrar o clima frígido da obra, que nunca se solta de verdade.

Mas não se poderia esperar muito mesmo de George Gallo, que dirige e roteiriza. Seu último trabalho como roteirista trata-se do deplorável “Operação Limpeza”, um filme de “comédia” completamente enfadonho e sem nexo. Além de assumir o tom formuláico, Gallo não possui muita consciência das escolhas óbvias que acaba por inserir na trama um tanto equívocada. Seus personagens não possuem relevância e os diálogos sempre estão muito óbvios. É um trabalho que carece não só de ousadia, para mover-se do lugar comum, mas de pitadas de percepção humana, já que toda a situação nunca se torna exatamente plausível – ainda que nunca completamente desinteressante. Você vê com um que de interesse, mas nunca sabe exatamente porque. Deve ter muito haver com seu humor pessoal. É preciso assistir à “Mais do que Você Imagina” com muita leveza e bom humor para não terminar o mandando pro inferno.

Vale dizer ainda que Colin Hanks (Sem Vestígios), é o verdadeiro protagonista. E ele tenta segurar a onda, possui carisma e charme, mas ele não tem o necessário para deixar um filme tão frívolo em pé. Sua par romântica também não ajuda, Selma Blair (Hellboy II – O Exército Dourado) está inssosa. Falta então ao filme vida e consciência de suas escolhas sempre risíveis (e não seguindo as intenções do roteiro). Você não está rindo com George Gallo, você está, como dizem, rindo dele. A pretensão ainda de unir comédia, com romance furado e um clima meio polical acaba sendo um tiro nos pés. O que já estava bambo, então desaba.

Nota: 4.0

My Mom’s New Boyfriend (2008)
Direção:
George Gallo
Roteiro: George Gallo
Elenco: Colin Hanks, Meg Ryan, Antonio Banderas, Selma Blair, Trevor Morgan, John Valdetero, Eli Danker, Tom Adams, Keith David
(Comédia, 97 minutos)


Responses

  1. A Meg Ryan é daquelas atrizes que precisam tomar um novo rumo urgente em sua carreira, pois quando ver já será tarde demais – o mesmo está acontecendo com a Sandra Bullock, a Claire Danes, a Kate Hudson e tantas outras. Esse diretor é uma tristeza mesmo, não se poderia esperar grande coisa dele. E gosto do Colin Hanks, gostei de saber de seu destaque aqui – mas provavelmente não verei o filme para conferir isso =)

  2. Não assisti e a sua nota me desanimou mais ainda. Hehe…
    Um abraço.

  3. É uma explosão de botóx, mas até que é legal.

  4. É um filme daqueles para assistir quando passar na tv por assinatura e não existir outra opção.

    Abraço

  5. Nem tinha conhecimento sobre esse filme e agora me desanimei mais ainda… como disseram acima, se passar na tv a cabo eu vejo =)

  6. Do diretor da pérola “Operação Limpeza”, não se pode esperar nada. “Mais do que Você Imagina” não é tão ruim quanto aquele filme, mas é uma obra totalmente abaixo da média. Além de ser uma prova da decadência de Meg Ryan e Antonio Banderas. Parece que o tempo deles já passou…

  7. Nossa Wally você encara cada uma hein? Haha
    De qualquer forma gostei de saber que gostou de A Troca.

  8. Wally, realmente, não tenho a curiosidade de ver este filme. Ainda mais do mesmo diretor do horrendo “Operação Limpeza”. E eu gostava muito da Meg Ryan de “Harry & Sally” e “Sintonia de Amor”.

    Beijos! ;)

  9. É, ainda bem que recusei o convite da minha mãe para ver no cinema. Mas sei lá… acho a Meg tão fofa rsrsrsrs.

    Abraços, Wally!

  10. Eu vi o trailer milhares de vezes assim como você e até que estava com vontade de assisti-lo. Algumas situações embaraçosas, como o peso excessivo da Meg e esta sendo espionada pelo próprio filho em momentos mais íntimos aparentavam ter potencial para arrancar boas risadas. Por eu gostar do elenco central um dia eu verei.

    Wally, informando sobre o selo “Olha que Blog Maneiro”, vendo que um dos passos é informar a todos os cinéfilos que receberam a corrente.

    Abraços, boa semana.

  11. Rapaz, deve ser mesmo uma tranqueira. Abs!

  12. […] poderia ter rendido algo muito mais interessante. Quem me surpreendeu foi Antonio Banderas (Mais do que Você Imagina), um ator pelo qual nunca realmente me simpatizei mas que encara aqui seu personagem de uma forma […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: