Publicado por: Wally | Domingo, Dezembro 21, 2008

Efeito Dominó

Baseado em uma história real, o filme segue um infâme assalto a banco liderado por Terry Leather e seu grupo. Informado sobre o local de roubo por sua amiga Martine Love, Terry e companhia arrombam os cofres depois de muita engenhosidade apenas para descobrir que, além de jóias e dinheiro, o banco esconde vestígios de segredos ilícitos do governo e da alta sociedade que os colocam em uma grande rede de escândalo e corrupção.

Adaptando-se uma história dos anos 70 de um roubo à banco bem mais escandaloso que o normal, na época silenciado pelo governo britânico que temiam as repercussões bastante óbvias e esmagadoras, o filme “Efeito Dominó” tenta, como que numa escapada à fómula de filmes de roubo, construir com muito estilo e bom gosto a época retratada. Com bastante verossimilhança, a estética é um grande triunfo, cujo destaque é a fotografia muito retrô e estilizada, parecendo uma influência direta do cinema de Guy Ritchie (cuja assinatura é filmes de roubo). Mas não só se inspirando em Ritchie e no visual anos 70, “Efeito Dominó” também resgata muitos elementos (e idéias) de alguns dos mais famosos filmes de gângster e de roubo daqueles ilustres anos. O filme ganha muito estilo com isso tudo, mas também perde bastante personalidade com as inconsistências do roteiro e da própria direção. Ainda assim, estéticamente (e visto superficialmente, também) o filme em sí é grande entretenimento.

Tal entretenimento se deve particularmente à história em sí que, bastante original (lembrando que é verídica), traz o roubo à banco como pano de fundo em seu segundo ato (deixando que o primeiro baseie-se mais no roubo em sí, bastante divertido) ao escancarar o escândalo político e da alta sociedade que teria vindo à tona com as descobertas naquele cofre tão cobiçado.  Nisso, o filme analisa bem (mas nunca muito bem) as repercussões políticas e toda a trama de intriga que acaba sendo criada entre os assaltantes e os vitimizados pelas provas encobertas. O filme mostra com bastante consistência os bastidores desse típo de ocorrido, desde o caos no escritório político até o dilema da família de Terry, o líder do assalto. Terry, por sua vez, tem uma certeira e carismática atuação de Jason Statham (Rogue – O Assassino), que se adequou muito bem ao papel, trazendo o melhor de si.

O diretor bem dinâmico, Roger Donaldson (Desafiando os Limites), pode ter sua decaída à clichês e estereótipos bobos, mas ele difícilmente deixa o filme cair no lugar comum. E nisso, leia-se mesmice. “Efeito Dominó” é a todo instante interessante, segura sua atenção e entretem com muito bom gosto. E, ainda que sintamos que falta algo de realmente esmagador ao seu fim tendo em vista a ácida história apresentada, até esse momento chegar porém, somos constantemente divertido pelas inúmeras revira-voltas e circumstâncias absurdas nas quais vemos seus personagens bastante agradáveis sendo envolvidos. E nisso surge o elenco bastante charmoso e conquistador que, além do já mencionado Statham, tem em Daniel Mays (Desejo e Reparação) um elo cômico bastante eficiente.

Então, por mais que desejamos um instinto mais introspectivo proveniente do roteiro da dupla Clement e Frenais (que representaram o elo fraco de “Across the Universe“), visto que nunca entram em detalhes maiores quanto às verdadeiras emoções envolvidas dos personagens, o filme em sí cumpre seu papel de divertir e o absurdo do enredo consegue nos cativar com muita competência. Fora que, com tantos filmes do típo por aí, é bom ver um que, ainda que incompleto, tenha algo de útil a delatar sobre a sociedade, e nesse aspecto “Efeito Dominó” é deliciosamente ácido, nos mostrando que nos mais altos palácios e cargos podem esconder-se os mais sujos dos segredos. E é ótimo ver estes “pobres” homens de terno em completo desespero. Mesmo que seja por um curto momento.

Nota: 7,5

The Bank Job (2008)
Direção:
Roger Donaldson
Roteiro: Dick Clement, Ian La Frenais
Elenco: Jason Statham, Saffron Burrows, Stephen Campbell Moore, Daniel Mays, James Faulkner, Alki David, Michael Jibson, Richard Lintern, Alistair Petrie
(Policial, 111 minutos)


Responses

  1. Statham ruleia e forte no filme …
    Quem é fã dele, como eu, curtiu e muito o filme.

    Pode se dizer que foi uma das surpresas mais agradaveis do ano, já que ele reuiniu os melhores temas que um espectador comum preze e fez com qualidade …

    Muito bom mesmo!

  2. É um bom filme de ação.

  3. É divertido, nada mais… um bom filme no geral.

  4. Cara, nunca me atrai por esse filme!

  5. Gosto do Statham, mas ele É aquele tipo de ator que serve apenas para um papel. Felizmente nesse filme ele (como você disse) se adequou muito bem ao papel. Mas o filme não se resume só a ele, o que é ótimo. Concordo sobre o roteiro, mas não acho que os clichês pesem. O que atrapalha mesmo é a indefinição. Como se não sobessem o que fazer com tanta informação.

  6. Wally, acho que “Efeito Dominó” é um filme competente dentro daquilo que propõe, ou seja, não decepciona como fita de ação. Mas como cinema não chega a ser grande coisa, apesar de ser um dos poucos acertos do Jason Statham. Gostei enquanto vi, mas esqueci assim que acabou, hehehe. Abraço!

  7. Acho Jason Statham meio discutível e bobinho. Efeito Dominó é bem interessante, em termos de idéia de roteiro. Mas peca na execução do texto e isso fez o filme não ser nada alén de 7,5 mesmo…

    Abraços, Wally!

  8. Gosto muito de filmes do gênero e não foi diferente com este “Efeito Dominó”. O filme tem um roteiro muito bem escrito e a execução do diretor foi perfeita. O destaque vai para a parte técnica, que é de excelente qualidade.

  9. Esse filme foi uma boa surpresa! Nem notei tanto inconsistências, Donaldson mandou bem e entregou uma diversão malandra e eficaz.

    Cumps.

  10. O ason Sthatam sempre faz o mesmo tipo de filme, mas, tadinho, deixa ele ganhar o dinheiro dele, afinal, como diz o Tom Cavalcante, le poderia estar matando, roubando, se prostituindo… E não! Faz sempre os filminhos blockbusters. Eu ouvi boas críticas de “Efeito Dominó” (raro para filmes do gênero, incluindo a sua), e provavelmnte alugarei.
    Abraço!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: