Publicado por: Wally | Domingo, Julho 20, 2008

Maldita Sorte


Amargurada paixão

Num jogo de infância, o pequeno Charlie se vê no desafio de “dar uns amassos” numa garota gótica. A rejeição dele à obsessão dela a leva a colocar uma maldição nele: de que toda mulher com a qual ele se apaixonar automáticamente o deixará para ficar com o homem de seus sonhos. Após crecer e descobrir a veracidade deste fato, Charlie fará de tudo para não dormir com Cam, uma garota na qual se apaixonou.

Ano passado os irreverentes irmãos Farrelly fizeram “Antes Só do que Mal Casado” uma comédia fraquinha completamente anti-romântica. “Maldita Sorte” é do típo de filme “sujo” que poderia ter se tornado engraçado nas mãos dos Farrelly, que normalmente saberiam empregar piadas de mal gosto à personagens dos quais poderiamos aprender a gostar e finalmente nos fazer rir, movidos, claro, por um núcleo de amor. Eles fizeram isso maravilhosamente bem em “Quem Vai Ficar Com Mary?”, mas vimos eles perderem o controle ano passado. O último filme dos irmãos é apenas uma prévia para o quanto “Maldita Sorte” tem a oferecer. Não só sujeira e um humor de mal gosto extremo, mas uma tremenda falta de humanismo e graça, disfarçados com a pretensão de que estariam contando uma história de amor. O máximo que se pode ser extraído da tal paixão contida no filme é amargura.

O filme é tão sujo, que nos coloca numa brincadeira infanto-juveníl clássica, nos apresentando à uma personagem que segue seu esteriótipo ao pé da letra: uma gótica realmente malvada! O que ela direciona à Charlie é uma maldição de que todas que ele amará irá deixá-lo. O filme sujo distorce isso para: “todas que ele transar irá deixá-lo”. Claro, tudo pelo bem do maldito humor. O problema maior é que esse humor não funcionou nem um pouco comigo. Provavelmente porque os personagens são tão desagradáveis e óbvios que não me sentia motivado a me envolver com suas situações, e conseqüêntemente me via impassível diante das cenas mais ultrajantes. Se os Farrelly traziam irreverência com suas piadas sexuais mais histéricas, “Maldita Sorte” traz repúdio. Só isso para explicar a infeliz inserção de uma personagem obesa na história que, tão desagradável quanto todos os outros personagens, ainda é explorada aos limites do desgosto, ao termos que presenciar uma cena de sexo entre a vossa espinhenta rainha e o “querido” Charlie. Não é engraçado. A cara mais apropriada a se fazer durante a cena é a mesma do cara que está obrigatóriamente transando com ela. É como sentimos nesse filme, como se estivessemos sendo obrigados a particioar de algo de extremo mal gosto e com muita nojeira, além de incômodo.

Isso tudo na superfície. O roteiro maldito ainda traz uma trama imensamente formuláica e previsível, fora os personagens clichês. É típica a representação de um casal como opostos, nesse caso o sortudo Charlie (de onde tiraram Chuck para o título original?!?!?) e a azarenta Cam, toda atrapalhada. E ainda temos o típico (e irritante!) personagem que é o amigo do protagonista, aquele que oferece as dicas e a maior parte das piadas ridicularmente sem graça, bobas e nojentas. Ele é representado por Dan Fogler no filme, sem inspiração alguma. O casal por sua vez traz as caras de Dane Cook, um ator bem regular e sem graça e a pobre Jessica Alba, que já disse ser estéticamente um deslumbre mas isenta de possuir algum talento como atriz. Já soube esbanjar carisma acopalado com sensualidade em “Sin City – A Cidade do Pecado”, mas vem desaprendendo e participando de filmes cada vez mais medícores (vejam “O Olho do Mal” como exemplo). Resumindo, o elenco é um chute no saco. Satisfação com certeza não será extraída deles.

“Maldita Sorte” tem tido uma maravilhosa aceitação na minha cidade, onde trabalho numa locadora. O povo realmente conseguiu achar graça disso. Eu ainda não entendi como. O filme é bobo, cansativo, repetitivo, nojento, sem graça (nem um sorriso sequer poderia ser encontrado no meu rosto durante a sessão) e acima de tudo, desnecessário. Daquele típo que nunca deveria ter sido realizado, causando um bem para a mente da humanidade. Diálogos horríveis se casam com personagens nada carismáticos, situados em um clima sofrendo de uma tremenda falta de inspiração em um roteiro sem um pingo de criatividade, conduzido por uma direção cujo foco é realmente arrumar o máximo possível de desculpas para cenas de sexo, peitos e diálogos erótizados (observem na cena onde vemos trocentos quadradinhos na tela todos respresentando uma transa do Charlie). Até a série “American Pie” (até chegar ao horrorso quarto) sabia utilizar desculpas com mais fundamentos. O acabamento é simplesmente terrível, como numa cena onde o casal troca várias ligações um com o outro. Eles não param de se falar pelo telefone, mas a música da trilha sonora é assim: “mas você nunca liga para mim”. É a representação concreta do quão mal finalizado, mal estruturado e bobo que o filme é. Se você gosta de bom cinema e de uma boa comédia, mantenha distância desse sabor amargo, ou seria azedo?

Good Luck Chuck (2007)
Direção: Mark Helfrich
Roteiro: Josh Stolberg, baseado em estória de Steve Glenn
Elenco: Dane Cook, Jessica Alba, Dan Fogler, Lonny Ross, Ellia English, Annie Wood, Natalie Morris
[Comédia, 101 minutos]


Responses

  1. Wally, nos Estados Unidos, Chuck é um apelido comum para aquelas pessoas que se chamam Charlie.

    Sua crítica só fez reforçar a minha impressão inicial sobre o filme. Esperava já que não fosse bom. Por isso, só devo assistir “Maldita Sorte” quando ele estrear na TV!

  2. Juro que pelos cartazes eu pensei que esse filme seria uma boa comédia, mas após todas as críticas (incluindo essa) não quis nem arriscar. Vou pela teoria que só voltarei a ver um filme com a Jessica Alba quando mais da metade da crítica aprovar, pois estou cansado das porcarias da moça (e isso é porque ainda teremos “The Love Guru” em breve…). Abraço!

  3. Já não me atraia muito, agora então…

  4. Rapaz, a Jessica Alba não acerta uma, hein! Você já viu THE DARK KNIGHT? Ainda não consigo escrever sobre ele. Vou ver de novo nesta terça-feira.

    Abs!

  5. Este entra fácil na minha lista de piores do ano, embora eu ainda nem tenha feito… Tive o azar de assistir a isto no cinema – porque estive procurando alguma coisa do gênero que pudesse me satisfazer, já que há anos não víamos coisas que prestassem. Me arrepeni muito. Jessica Alba está ridícula e Dane Cook, então, desprezível. Mas, voltando a falar da carência de boas comédias românticas, lançaram “Jogo de Amor em Las Vegas”, e como deve saber, este sim superou minhas expectativas.
    Nota: 1,5 (*)

  6. Não vi e a tua crítica afastou-me em definitivo para os próximos tempos. Talvez calhe ver um dia na televisão. Já sobre a Jessica Alba parece que precisa de dez filmes para ter um que se aproveite…

    Abraço.

  7. Esse filme é terrível. Maldito azar de quem o vê. Jessica Alba ainda não se achou.

    Abraço!!!

  8. Adoro os trabalhos de Jessica Alba; acho que a atriz trabalha muito bem, mais confesso que esse filme eu não assisti e nem vi algum trailer; mais pelo que li ae não é tão bom assim!

  9. O filme é trágico do começo ao fim. Na verdade eu não tive paciência de ver o final e saí da sessão antes. Jessica Alba esbanja beleza, mas não chega nem perto de uma atuação decente! É sujo mesmo e medíocre, um roteiro que apela para todos os lados para roubar riso da platéia. A única coisa que arrancou de mim foi o despreso por essa comédia (?) maldita! O filme quase se aproxima ao gênero porno sem nenhuma necessidade!

    Até mais!

  10. Realmente é um filme bem fraco e ruim, mas também não é o pior do ano, afinal, tem piores com certeza.

    Abraço
    Mateus

  11. ♦Kamila não sabia disso! Obrigado ;) E sim, veja o filme como última alternativa.

    ♦Vinicius eu também estou bem cansado dela. Era uma vez quando eu ainda sucumbia à seus charmes.

    ♦Alyson não veja mesmo.

    ♦Otavio não acerta uma mesmo. E vi sim, tô impressionado até agora. Um filmaço! E também to doido querendo rever.

    ♦Weiner infelizmente também vi nos cinemas, mas pelo menos paguei baratinho. E verei essa sua recomendação. Qualquer coisa deve ser melhor que esse lixo.

    ♦Red Dust ela precisa mesmo de um novo agente! E o filme realmente merece distância…

    ♦Pedro maldito mesmo. E ela ta perdidinha da silva…

    ♦Lucas Alba é uma atriz que já me conquistou com charme e carisma, mas nunca por talento. E hoje ainda nem esses atributos podemos encontrar nela.

    ♦Rafael disse tudo! Só não tive essa coragem de sair no meio da sessão…

    ♦Mateus para falar a verdade, ele chega bem perto de ser meu pior do ano. Um dos piores, sem sombra de dúvida.

  12. Sinceramente gente, o filme não é tão ruim assim, pra assistir um domingo a tarde com a namorada ta ótimo. Me divreti a bessa, além do que ela tá muito pata nesse filme, toda atrapalhada, e minha namorada é assim, só que não tão exagerada. As cenas em que ela se machucam são ótimas e normalmente nos pegam de surpresa, até sinto a dor dela.

  13. Pow, eu simplesmente adorei o filme. E com certeza entrou na minha lista !

    Qnt as cenas de sexo… O filme nao eh evangelico pra nao ter.. eh uma apelaçao, que nao fez diferença pra mim.

    Nao condenem antes de assistir… que nao gostou… problema !

  14. Acho que ela saiu bem em”Awake a vida por um fio”..já esse maldita sorte…era pra se chamar maldito azar de quem asistiu!!

  15. […] a qual fomos submetidos no filme anterior protagonizado por Dane Cook, o repugnantemente horrível Maldita Sorte, comédia de um mal gosto tremendo. Perto daquela “comédia”, este novo filme de Cook […]

  16. Assisti o filme e gostei muito. Quem o critica é pq levou pelo lado pessoal, pq o filme é sim bom, quem nao assistiu, assista e depois tire suas conclusoes. E kem nao gostou, é pq levou pro lado pessoal, pq uma boa comedia, sempre fala de uma verdade, uns morrem de rir, outros nao gostam, pq essa verdade é ruim pra ela.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: