Publicado por: Wally | Terça-feira, Fevereiro 19, 2008

Os Irmãos Solomon

Lançamento direto em DVD
solomon2.jpg
Queremos ser debi e lóide

Depois de perderem a mãe, o pai dos pequenos John e Dean promete fazer o que eles quiserem. Partem, então, para o Alaska. Ao crescer lá, os garotos perdem qualquer conexão com a realidade. Ao voltarem para o “mundo real” não sabem lidar com as pessoas e não percebem que são terrívelmente tolos. Quando seu pai fica doente, planejam lhe dar de presente um filho, mas nenhuma mulher quer eles.

Uma tentativa absurdamente tola de ser uma nova sensação comica como foi o filme dos irmãos Farrelly, Debi e Lóide, uma hilirante mesmo que uma vez ou outra problemática comédia que marcou o cinema, esse Os Irmãos Solomon querem ser muito Debi e Lóide, mas no fim da sessão, voce percebe facilmente que são mais debilóides que tudo. A verdade é que os personagens são as pessoas mais burras que voce provavelmente vai conhecer no cinema (sim, mais que a personagem de Selma Blair em Segundas Intenções e a de Jean Hagen em Cantando na Chuva). Eles são burros, idiotas, completos ridículos. Por causa disso, é inevitável soltar uns risos breves uma vez ou outra. Digo isso pois fiquei fascinado com tanta burrice, algo que chega a ser tosco. Mas isso não quer dizer que seja uma boa comédia, ou um filme engraçado, nesse sentido. É um filme tremendamente idiota que escapa somente do título de tragédia, por pouco.

solomon.jpgDiálogos sofríveis, gags terrívelmente vazios e sem noção e muitas piadas grotescamente sujas e sem sentido. Nenhuma vai te fazer rir. É o que eu disse, se voce for soltar algum riso durante a sessão (e para isso precisa estar com extra bom humor) vai ser pelos personagens e seus atos imperdoáveis de completa tolice. Mas não é o suficiente para segurar um filme, pelo contrário. Em momentos (e digo muitos) eles exageram tanto que fica cansativo e se tornam imensamente antipáticos, principalmente o personagem de Will Forte (que escreveu o roteiro imbecil) que falta tudo que poderia faltar para um ator de comédia. Will Arnett ainda consegue segurar as pontas um pouco, está inspirado, mas logo iqualmente cai no excesso e incomoda. No final, tudo cheira a lixo.

Não só isso, mas o filme segue uma espécie de cartilha. Mas ao invés de ser de filmes bons (não estou dizendo que seja algo válido fazer isso) fazem isso com os piores exemplares do genero imagináveis. É rude, é chato, é tolo e é pouquíssimo engraçado. Se tem uma coisa que gostei foi a musiquinha tema. Não exatamente por ser boa, mas porque captura muito bem o espírito execrável dos personagens. E agora não sei dizer se isso foi exatamente um elogio…

Enfim, fiquem longe. É uma fita que, com toda a glória de Deus, foi sabiamente lançada apenas no mercado de DVD no Brasil. Seria uma pena (e um horror) ver um filme desses nos cinemas. Apesar de que, se formos olhar bem, filmes piores estreiam. Ano passado por exemplo, do genero, tivemos pelo menos umas cinco tragédias, das quais esse filme não consegue nem se igualar em mediocridade. Entre elas, Deu a Louca em Hollywood, O Dono da Festa 2, Motoqueiros Selvagens, Norbit e Operação Limpeza, e isso sem contar Deu a Louca na Cinderela e O Mar Não Está pra Peixe, duas animações. Mas não pensem que disse isso elevando o valor de Os Irmãos Solomon, pois fiquem sabendo que este não possui nenhum. Na verdade, acho que os cineastas desconhecem essa palavra. Pensando bem, fica muito próximo das tragédias listadas acima.

[The Brothers Solomon, 2007] Dirigido por Bob Odenkirk. Escrito por Will Forte. Com Will Arnett, Will Forte, Chi McBride, Kristen Wigg e Malin Akerman. [Comédia, 93 minutos]

solomon3.jpg


Responses

  1. Nossa, o título de sua crítica já diz tudo. Odeio “Debi e Lóide”, ainda que seja um dos mais memoráveis do Farrelly – costuma até sair em listas de melhores comédias de todos os tempos. Apesar de gostar do Will Arnett, mas devo passar longe desse “Irmãos Solomon”.

    Abraço!

  2. Só digo uma coisa para quem pretende assistir a esse filme: “coragem!!!!!” ahaha…
    não tenho pretensão nenhuma de pegar nas locadoras, espeor que passe numa sessaõd a tarde da vida e aí irei confirmar o que vc escreveu, ehehe… parabéns pela sua coragem…rs
    abraços

  3. Obrigada pelo post, Wally. Passarei longe do filme! :-)

    Aliás, essa é a segunda bomba seguida da Malin Ackerman. Pelo menos, ela é a única coisa que presta no abominável “Antes Só do que Mal Casado”.

  4. Fica difícil gostar de uma comédia que além dos seus personagens tem um roteiro boboca repleta de situações bobocas. Realmente deve valer uma ou outra piada, mas logo deve sinalizar cansaço. Se um dia pegar nas locadoras será por Malin Akerman. E “Motoqueiros Selvagens” não é ruim!

  5. Pode deixar, vou seguir seu conselho a risca!

  6. Esse tipo de filme nunca me atraiu. Não pretendia ver esse filme, agora menos ainda.

    Abraço!!!

  7. Nossa Waaly, quanta coragem para assistir esse filme, hein? Hehehehe.

    Bem já sabia que seria uma merda, o que é uma pena pois Will Arnett é um ator muito bom.

  8. Cara, isso deve ser muito trash…

    Abs!

  9. Como eu gostaria de ter lido sua crítica a respeito dos “Irmãos Solomon” há uns dias atrás! O conselho “passe longe” poderia ter sido utilizado. Assisti ao filme e simplesmente detestei! É podre! Trágico!
    Abraço!

  10. Vinicius, eu até que gosto de Debi e Lóide, mas o vi há muito tempo. Passe longe desse então.

    Rodrigo, acho que nem como sessão da tarde esse consegue passar. É reprovação total!

    Kamila, por nada, rsrsrs, passe longe mesmo, e coitada dessa mulher mesmo…

    Alex, não vale a pena, mas eu me irritei muito com Motoqueiros Selvagens, achei um grande desperdicio de tempo.

    Daniell, não irá se arrepender. ;)

    Pedro, que bom, não veja mesmo.

    Lucas, Arnett me fez rir em Escorregando para a Glória e um pouquinho em Bem-vindo à Prisão, mas aqui cai no excesso.

    Otavio, não trash, sim lixo. Planeta Terror é trash, esse filme é outra coisa…execrável.

    Weiner, hahahaha, é podre mesmo. Quase dei 1 estrela, me irritei muito. Mas esse é meu problema, sou generoso demais quando o assunto é cotação. Não consigo ser radical.

    Ciao!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: