Publicado por: Wally | Domingo, Fevereiro 10, 2008

Jogos Mortais IV

saw.jpg
   Bodas de sangue

Apesar de Jigsaw estar morto, os jogos inicados no terceiro filme continuam nesse, onde deixa suas últimas peças. O jogo é deixado envolvendo inúmeras pessoas e policiais, incluindo alguns que investigam a cena do crime passado. Enquanto isso, o passado sofrido e sombrio de Jigsaw ganha outras revelações.

Uma série que começou relativamente bem, Jogos Mortais foi o filme que inaugurou o estilo que muitos criticos chamam de “torture porn”. Apesar de não concordar e achar que nenhum filme pode ser traduzido em apenas duas palavras, a série, que teve um novo capítulo a cada ano, foi perdendo aos poucos a criatividade e o ar refrescante que o primeiro trouxe. Após o ótimo primeiro, o fraco segundo e o terceiro até divertido, este quatro demonstra muito bem o quanto virou uma série cansativa e que já pode se encerrar. As idéias estão desgastadas, a trama se desenvolve de uma forma cansativa, os personagens são terrívelmente rasos, e além de tudo, soam pretensiosos. Parece ser só sobre o sangue. O que se mantém valioso porém, é o final. O desfecho da série sempre surpreende, e este não foi exceção.

saw2.jpgAlém do desfecho, que une até bem todos os personagens e conflitos revelados neste e no filme anterior, destaco a boa montagem. Isto para não dizer ótima. Se o diretor não exagerrasse tanto e deixasse de criar um visual tão vistoso, talvez funcionaria até melhor. Mas é inegável que os cortes são muitas vezes brilhantes. As transições entre uma cena e outra são realizadas a partir de um objeto ou elemento em uma cena, que no corte, se transforma em algo da próxima cena. Só não é perfeito justamente por exagerar demais em momentos. Mas o filme todo é um exagero. A direção, o roteiro, as atuações (eis aqui uma série que nunca teve boas atuações, sendo talvez uma exceção Tobin Bell) e a parte técnica. É sangue, sangue e sangue. Tortura, sangue e pretensões em entregar lições e fazer uma avaliação sobre a natureza humana.

Nesse sentido o filme falha, grandiosamente. Deveria ter ficado no descompromisso de apenas divertir com seu entretenimento trash, como foi seu primeiro longa, e surpreender com o clímax. Além das cenas de gore em excesso, o filme tem como objetivo investigar mais sobre o passado de Jigsaw e construir uma espécie de explicação plausível para o que ele faz. Apesar dessa parte ter certo sentido e realmente ajudar a moldar o passado de Jigsaw, soa desnecessária porque na verdade não precisamos muito disso. Já entendíamos Jigsaw e todas suas intenções. Ao invés de fazer isto, o roteiro deveria ter se preocupado mais em entregar mais consistencia aos seus personagens, que são soltos, sem graça e implausíveis, principalmente se formos considerar seus péssimos diálogos. Não torcemos por eles ou importamos por eles. São apenas peças. Peças em um jogo de sangue nojento.

Com isso não recomendo o filme. Devo ter sido um dos poucos que achou bem satisfatório o resultado do terceiro, que me divertiu muito, ao lado do competente primeiro, mas me vejo advertendo sobre a bagunça total que é esse filme que deixou de ser divertimento trash e descompromissado para se tornar uma infame série de tortura (não terror, alias, não se sente nada a não ser nojo nas cenas) que já fez suas bodas de sangue. Infelizmente parece que vai ter outro capítulo e aniversário, esse ano com Jogos Mortais V, dessa vez com novo diretor, o mesmo do terceiro. Eu espero estar terrívelmente enganado e presenciar um bom filme com este quinto, mas sinceramente não vejo futuro para a série e espero que o dia do velório chegue logo. O sangue que agora flui pela série está terrívelmente ultrapassado, e perdeu qualquer noção de valor ou até mesmo de entretenimento.

[Saw IV, 2007] Dirigido por Darren Lynn Bousman. Roteiro e estória de Patrick Melton e Marcus Dunstan. Com Tobin Bell, Costas Mandylor, Scott Patterson, Betsy Russell, Lyriq Bent e Donnie Wahlberg. [Thriller, 95 minutos]

saw3.jpg


Responses

  1. Desde o segundo acho JM desnecessário. Pra mim o filme todo trabalha para o final (que tem que ter uma reviravolta) e deixa de lado até mesmo uma elaboração melhor dos personagens. Adorei o termo “torture porn”!

  2. Gostei tanto do primeiro capítulo da série, que fiquei bastante incentivado a assistir os demais. Pra quê? :@ Fiquei tão irritado com o resultado do segundo que já não consegui sentir a mínima vontade de dar mais audiência para a série.
    Que bom que não estou perdendo nada ;)
    Ah, o talvez a única atuação boa seja a de Tobin Bell foi ótimo! Talvez mesmo, e somente talvez!
    “Torture Porn” |-)
    Abraços.

  3. Nem vi o 3 ainda. Achei a idéia do primeiro filme muito boa. Mas não acho um bom filme. Explora muito mais o “torture porn” do que a “tortura psicológica”, que seria muito mais assustadora. Vide O SILÊNCIO DOS INOCENTES e SEVEN.

    Infelizmente, eles querem que o Jigsaw seja um novo Jason ou Freddy. A idéia do primeiro tinha potencial, mas acabou desse jeito aí…

    Não sei pq eu vi o 2, mas desisti ali.

    Abs!

  4. Até que gostei bastante do primeiro (lembro que recebeu 4 estrelas na minha cotação) e que não tinha problema com esse estilo “torture porn”, mas acho que já perdeu a graça e nenhuma das continuações de “Jogos Mortais” trouxe algo de interessante. Esse quarto capítulo é o fundo do poço, nem o final salva na minha opinião.

    Abraço!

  5. Wally, essa franquia morreu para mim no segundo filme.

  6. Luciano, realmente é uma série bem desgastada e que só se importa com o reviravolta final. O termo eu já não gosto tanto, apesar de achar que o filme Eu Sei Quem Me Matou seja a representação perfeita de “torture porn”.

    Weiner, o primeiro foi mesmo o bom da série. O terceiro ainda conseguiu me divertir um pouco, confesso, dou até 3 estrelas para ele. Mas o 2 e o 4 são negações.

    Otavio, o primeiro achei bom. Acho que poderia ter sido mais bem executado. Como voce disse, não levaram para o lado psicológico, o que teria sido mais interessante. O segundo foi mesmo uma merda.

    Vinicius, gostei do primeiro e do terceiro. Dou 3 estrelas à ambos. Já o segundo e o este quatro odiei. Muito fracos.

    Kamila, o segundo desanima qualquer um. Fraquíssimo ao extremo.

    Ciao!

  7. Achei esse o melhor depois do primeiro.

    Abraço!!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: