Publicado por: Wally | Terça-feira, Janeiro 15, 2008

Os últimos vistos em DVD

2001.jpg2001 – Uma Odisséia no Espaço
5 Stars

2001: A Space Odyssey (1968)
Dirigido por Stanley Kubrick
Com Keir Dullea, Gary Lockwood, William Sylvester e Daniel Richter

Uma viajem no tempo, 2001 tem que ser um dos filmes mais fascinantes e impressionantes que já tive o prazer de ver. Kubrick mais uma vez faz uma junção maravilhosa entre som, imagens e filosofia, algo que já havia demonstrado brilhantemente com Laranja Mecanica. Revolucionário para a época que foi lançado, 2001 possui efeitos especiais excelentes, um visual incrível e música arrepiante. Kubrick entende o efeito da música na audiencia, e a usa de forma gloriosa, fazendo par romantico com suas belíssimas imagens. Mas a aventura de Kubrick vai muito além da parte técnica. Seu filme é uma jornada alucinante e compelxa através dos tempos, onde uma forma de inteligencia vai superando a outra. Kubrick nos propõe um futuro onde o humano poderá atravassar as barreiras do espaço, mas no caminho, se deparando com vida desonhecida. O fato de nunca revelar esses seres é outro ponto digno de Kubrick. Ele quer despertar a imaginação, quer maravilhar, e ele consegue isso de forma estupenda. E ainda provoca pensamentos e discussões com seu desfecho instigante e complexo. É um filme de muitas idéias, e possui uma carga emocional incrível. Difícil resistir.

12-angry-men.jpg12 Homens e uma Sentença
5 Stars

12 Angry Men (1957)
Dirigido por Sidney Lumet
Com Henry Fonda, E.G. Marshall, Jack Warden e Martin Balsam

Muito difícil segurar minha empolgação quanto a esse filme. Só digo que é um raro exemplo de filme que conseguiu me segurar de forma extraordinária, por mais de 90 minutos, apenas com diálogos. Um filme forte, poderoso e único. As performances são maravilhosas, sem exceção, e Lumet trata cada personagem de forma incrível. Porém, o roteiro é o verdadeiro destaque, tem que um dos melhores roteiros do cinema. E Lumet o conduz de forma intensamente empolgante, trabalhando cada personagem e cada diálogo com luxo. É um filme ao mesmo tempo importante e relevante, mesmo 50 anos depois de ter sido lançado. É uma crítica ao mesmo tempo que uma alerta. Convidando todos a atravessar a burocracia da sociedade moderna e pensar sobre nossas ações e sobre o que falamos. Um maravilhoso filme, sem sombra de dúvida, um dos melhores e mais gratificantes que já vi. Do típo que fica na memória por um bom tempo e provoca os mais diversos pensamentos e discussões intermináveis. Cinema mais que autentico.

networka.jpgRede de Intrigas
5 Stars

Network (1976)
Dirigido por Sidney Lumet
Com Faye Dunaway, William Holden, Peter Finch e Robert Duvall

Mais um poderoso e importante filme de Lumet. O elenco aqui é o triunfo, maravilhoso, sem sombra de dúvida. Todos estão soberbos, captando de forma maravilhosa o sentimento de seus personagens. A roteiro denso e relevante é outro ponto forte. Além de ter personagens excelentes, faz um retrato fascinante sobre os bastidores de uma rede de televisão. O filme, além de chocar e entreter, satisfaz à mente, com diálogos maravilhosos e tocando em um assunto sempre importante e subversivo. E ainda temos um personagem marcante e imortal para o cinema: Howard Beale. Agora quando estou nervoso e não estou aguentando mais só lembro em Beale e fico com uma vontade imensa de chegar à minha janela e gritatr o que sinto. O filme é longo, o ritmo é lento, mas o resultado final é extremamente recompensador. Se tratando do cinema de Lumet, só perde para 12 Homens e uma Sentença, que é mais vibrante e excepcional, se possível.

the-incredibles.jpgOs Incríveis ®
5 Stars

The Incredibles (2004)
Dirigido por Brad Bird
Com as vozes de Craig T. Nelson, Holly Hunter, Samuel L. Jackson e Jason Lee

Antes de Ratatouille, Brad Bird (e a Pixar) haviam feito uma outra pequena obra-prima. Os Incríveis tem que ser um dos meus filmes de super-heróis preferidos. A originalidade é chave, o genialismo está presente em cada plano e o brilhantismo em cada diálogo. É uma animação como poucas. Gloriosa, celebrando a união de família e tecendo uma trama divertida e única, extremamente inspirada e com várias surpresas no caminho. Bird demonstra aqui verdadeiro afeto pelos personagens e extrema competencia na direção, como também no maravilhoso roteiro. E a Pixar, mestre dos visuais, em uma animação visualmente impecável. O filme é vivo, engraçado, emocionante e vibrante. É tudo que poderíamos pedir de uma animação e mais. Respeita valores, entrega outros e nos envolve com personagens espetáculare e idéias ótimas.

fargo.jpgFargo
4 Stars

Fargo (1996)
Dirigido por Joel Coen
Com Frances McDormand, William H. Macy, Steve Buscemi e Peter Stormare

Apesar de eu não achar a obra-prima maravilhosa que todos dizem ser, achei Fargo um excelente filme. Ao mesmo tempo que é uma comédia de humor negro ácida, é também um drama forte e poderoso. Seus personagens são fantásticos, os diálogos brilhante e a trama é bem envolvente. Curto, ágil e divertido, o filme entretem e satisfaz. O destaque, além do roteiro excelente, é o elenco impressionante. Frances McDormand rouba a cena, está hilária. Seu sotaque, seus diálogos, seus maneurismos, tudo perfeito. Adorei ela. Ao seu lado, Steve Buscemi também brilha, e William H. Macy, claro, em ótimo personagem. Enfim, um filme muito bom que satisfaz, é ótimo cinema e apesar de eu o achar um pouco superestimado, perçebo seu valor e admiro os irmãos Coen, que se revelam aqui, excelentes roteristas e ótimos cineastas.

the-iron-giant.jpgO Gigante de Ferro
4 Stars

The Iron Giant (1999)
Dirigido por Brad Bird
Com as vozes de Jennifer Aniston, Vin Diesel, Harry Connick Jr. e James Gammon

Brad Bird antes da Pixar, e ainda assim, brilhante. Falta a magia e o deslumbre de Os Incríveis e Ratatouille, mas ainda assim é uma animação virtuosa, valiosa e imensamente esperta, tocando em temas relevantes, atribuindo valores e fugindo sempre do comum, da pieguice, inserindo novidade, divertimento e críticas, duras críticas. É uma história de amadurecimento e também uma alerta acerca de uma sociedade arrogante demais, ignorante e adultos que se recusam a imaginar, não abrindo mais a mente. Uma celebração da juventude, e uma notificação sobre a incompreensão. Ou seja, é uma excelente animação. Forte, contundente, e que vai divertir bastante. Faltou aquele humor genial e irreverente que Bird demonstraria em seus futuros projetos, mas ainda assim, satisfaz maravilhosamente. Extremamente recomendado.

death-becomes-her.jpgA Morte lhe Cai Bem
3 Stars

Death Becomes Her (1992)
Dirigido por Robert Zemeckis
Com Meryl Streep, Bruce Willis, Goldie Hawn e Isabella Rossellini

Eis um filme extremamente divertido. Hilário até. A energia é ótima, a irreverencia cativa e a inventividade entretem. Zemeckis criou uma comédia de humor negro extremamente satisfatória. Minhas ressalvas se encontram no fato do filme, em momentos, extrapolar os limites, caindo na irregularidade e até mesmo no desnecessário, no “bobo”. Mas nos momentos onde este triste fato não acontece, é diversão perfeita. Destaco aqui o elenco. Goldie Hawn, coitada, está muito bem, mas perece ao lado de Meryl Streep e Bruce Willis. Streep, é, como sempre, diabólicamente divertida. Cativa, e faz rir (muito) com sua personificação hilária e cheia de vida. Mas, algo que eu não esperava acontece. Bruce Willis em um de suas melhores performances (!), me deixou extremamente entretido. Seu charme e seu carisma são chaves, mas ele caiu como uma luva no personagem. Excelente é pouco. Enfim, um filme bem divertido com sérios problemas respeitando limites e paciencia (é mais uma fita do Zemeckis digital, explorando seu lado tecnológico com efeitos especiais consagrados). A exuberancia traz irregularidade, e danificou o filme um pouco. Mas ainda assim, vale muito a pena.

factory-girl.jpgUma Garota Irresistível
3 Stars

Factory Girl (2006)
Dirigido por George Hickenlooper
Com Sienna Miller, Guy Pearce, Hayden Christensen e Jimmy Fallon

Um bom filme, este é um retrato estilizado e extravagante demais sobre uma personagem marcante que teve uma vida inacreditavel. O diretor Hickenlooper, cria estilos e visuais belos, mas acaba caindo no excesso e na extravagancia. É um caso clássico onde estilo supera substancia. Mas mesmo assim, o filme possui toques agradáveis, principalmente quando se diz o elenco e o estudo de personagem interessante. Pena que o diretor não perceba que o forte de seu filme está nisso, e acaba focando em dramas desnecessários. Quando ele acerta, porém, o filme é ótimo. Além do visual e a ótima trilha sonora, Sienna é o destaque. Está muito bem como Edie. Não é apenas uma imitação, é uma bela personificação que vai além de maneurismos e sotaques. Está adequada e completamente admirável. Ao seu lado, Guy Pearce não faz mal, também está muito bem. Mas a surpresa está na atuação do oco e sem graça Hayden Christensen, que aqui surpreende e entrega um ótimo desempenho. Nunca sabemos quem seu personagem é de verdade. Mas as sugestões apontam para Bob Dylan, e sua atuação também. Um bom filme que merece uma olhada, apesar de seus graves defeitos.

gloria.jpgGlória – A Mulher
2 Stars

Gloria (1999)
Dirigido por Sidney Lumet
Com Sharon Stone, Jean-Luke Figueroa, Jeremy Northam e Cathy Moriarty

Lumet caiu um pouco no meu conceito com esse Glória. Depois de ter visto duas obras-primas dele (podem ser vistos acima) e um bom filme de tribunal recente (Sob Suspeita), esperava mais dele. Mas sim, muitos dos problemas do filme devem se ao roteiro fraco, raso e convencional demais. O filme nunca decola, nunca cativa e nunca emociona. Cai na mesmice e no óbvio. Tem seus momentos, especialmente aqueles liderados pela ótima atuação de Sharon Stone, mas não é o suficiente, e será do típo de fita que sairá rapidamente da minha mente. O garotinho ao invés de cativar irrita, e apenas o drama de Stone soa autentico no filme. Sua personagem é o que faz a maior parte do filme. O resto é ruim, bem insatisfatório e decepcionante, visto que o filme poderia ter sido muito mais com um roteiro mais bem trabalhado e sim, uma direção mais ousada e até mesmo intensa. Uma decepção.

unaccompanied-minors.jpgMenores Desacompanhados
2 Stars

Unccompanied Minors (2006)
Dirigido por Paul Feig
Com Lewis Black, Wilmer Valderrama, Tyler James Williams e Dyllan Christopher

Bem sessão da arte, este filme família pode até escapar da tragédia, já que entrega certa diversão limitada que pode até agradar os menores ou os mais desatentos. Mesmo assim, é um filme fraquíssimo que conta com estereótipos e cliches o suficiente para deixar a audiencia enjoada. Isto tudo em menos de 10 minutos (os finais, ridículos). Se não fosse pelo desfecho melodramático, implausível e completamente besta, talvez o filme teria sido até recomendável (talvez!) mas não consigo fazer nada a não ser avisar sobre a ruindade da fita, que falta originalidade tanto nas situações quanto em seus personagens manjados e esquecíveis. É uma pequena besteira. Talvez para animar ou descontrair os jovens, mas nada além disso. Falta-lhe muita inspiração e claro, vergonha na cara, por copiar tantos momentos de tantos outros filmes de sessão da arte.

® (revisto)


Responses

  1. Me diga uma coisa… Você achou o DVD de Rede de Intrigas???? Pois me parece que ele não tinha sido lançado no Brasil ainda. Bah1 é um filme que sou enlouquecido para assistir!
    falow!

  2. o unico que ainda não assisti e que me interessou dessa lista foi o do Sidney Lumet (rede de intrigas).. ainda não encontrei aqui nas locadoras… que raiva, heheh… e concordei com os seus comentários…
    os incriveis, a morte lhe cai bem, fargo, enfim… ótimos comentários…
    abraços

  3. Nossa! Quanto filme excelente! Adoro Sidney Lumet. Mas ainda não vi GLORIA. Os outros sim. São maravilhosos!

    Wally, vc disse que não consegue visualizar bem o HOLLYWOODIANO?

    Abs!

  4. Muitos filmes acima da média, inclusive quero muito ver alguns deles (“Rede de Intrigas”, “O Gigante de Ferro), mas vi apenas quatro dessa vez:

    10 [*****] 2001: UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO: Ok, tenho que confessar que não entendi muito bem da primeira vez (e nem sequer gostei), mas na segunda vez achei maravilhoso, mesmo continuando a não entender – e até hoje não sei o que muita coisa significa… Assim como você, também acho que foi uma das experiências mais impressionantes que já tive, sem dúvida um filme a frente de seu tempo. Sexto na minha lista de filmes favoritos.

    8.0 [****] OS INCRÍVEIS: Eu gosto desse filme, lembro que me diverti bastante no cinema, mas simplesmente não acho que seja uma obra-prima. Tem algumas ótimas sacadas do roteiro e personagens fantásticos, mas sua longa duração é um pouco cansativa – apesar de ser algo inovador para o gênero.

    9.0 [*****] FARGO: Gosto muito do estilo dos irmãos Coen e esse filme me parece ser sua obra-prima. Não é para todos os gostos e às vezes não se faz entender, mas para mim foi maravilhoso em todas as trêz vezes que vi. E o que dizer da atuação da Frances McDormand? Talvez a melhor feminina da década passada (e pensar que perdeu o Globo de Ouro para a Madonna!).

    6.5 [***] A MORTE LHE CAI BEM: Talvez seja o filme mais fraco do Robert Zemeckis ao lado de “Beowulf”, mas ainda tem alguns momentos divertidos e um ótimo elenco – destaque para a Meryl, claro (apesar do Bruce Willis está ótimo como você disse).

    Abraço!

  5. Putz, esqueci que vi “Uma Garota Irresistível” também – é que estou tão acostumado com o título “Factory Girl” que nem percebi ele na lista. Acho que é o típico filme que não ‘aconteceu’, sabe? Tinha tudo para ser uma maravilha, mas como você disse, cai nos excessos e se salva pela atuação da Sienna Miller e o ótimo visual. E achei rápido demais… 7,0 [***]

  6. ☼ 2001: Uma Odisséia no Espaço: preciso comentar?

    * Os Incríveis: uma das animações mais tediosas já concebida!
    ***** Fargo – Uma Comédia de Erros: uma obra-prima!

    *** Glória – A Mulher: drama simpático onde Sharon Stone mostra, novamente, o quão notável é como atriz. Sem ela o filme não teria tanta potência. Destaque ao desfecho, maravilhoso.

    O restante ainda não vi, mas pretendo ver “Uma Garota Irresistível” nesta próxima semana.

  7. Felipe, apesar do título de meu post ser ‘Os últimos vistos em DVD’ eu insiro nele filmes que vejo na televisão também. ;) E procure ver, é excelente!

    Rodrigo, obrigado. Sobre Rede de Intrigas, repito sobre o que escrevi ao Felipe aí acima. Eu não vi em DVD, apesar do título de meu post repetir isso (estou até pensando em mudar), mas sim, na televisão. Vale a pena procurar.

    Otavio, foram muitos mesmo! E para manter sua concepção do cinema de Sidney Lumet maravilhosa, não veja Glória, achei fraquíssimo. E sim, a visualização está ruim, péssima alias. As estrelas não aparecem, o banner não aparece, entre outras coisas.

    Vinicius, concordo com o que disse sobre 2001. É a primeira vez que o vi, mas mesmo que muitas coisa não tenham ficada tão claras, eu fui completamente fascinado por ele e acredito ter entendido a idéia principal muito bem. Procure ver Rede de Intrigas e Gigande Ferro, são ótimos. Eu não resisto Os Incríveis e dou a mesma nota que voce para Fargo, só que no meu sistema, nota 9 significa 4 estrelas. A partir de 9,5 são 5 estrelas. A Morte lhe Cai Bem o destaque é o humor e os atores. E sobre Garota Irresistivel concordo plenamente com voce.

    Alex, sim, não me precisa dizer o quanto odeia a obra-prima 2001, e também não precisa falar nada sobre Os Incríveis, já que voce não gosta de animações, raras as exceções. Fargo adorei, mas não considero obra-prima e Glória me decepcionei, esperava mais de Lumet mas Stone ta ótima mesmo. Uma Garota Irrsistível é bom.

    Ciao!

  8. Wally, “2001” é uma bomba estratosférica. Minhas condolências por ter gostado desta lástima cinematográfica…

  9. Nossa, me deu vontade de ver A MORTE LHE CAI BEM de novo. Adoro esse filme a Isabela Rossellini como a ‘maga do botox’ é o q há!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: