Publicado por: Wally | Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

Os indicados ao Globo de Ouro 2008

Desejo e Reparação lidera os indicados ao Globo com sete indicações

atone.jpg

 — Atualizado com comentários sobre cada categoria —

Melhor Filme – Drama

gg2.jpg◊ O Gângster (2 indicações)
◊ Desejo e Reparação (7 indicações)
◊ Senhores do Crime (3 indicações)
◊ The Great Debaters (2 indicações)
◊ Conduta de Risco (4 indicações)
◊ Onde os Fracos Não Tem Vez (4 indicações)
◊ There Will Be Blood (2 indicações)

• Primeiramente, achei o fato de ter sete indicados um completo exagero. Acho pouco profissional não conseguir escolher apenas 5 filmes para representar a categoria. Seis até ia, mas sete não. Em relação ao Oscar, acho que pelo menos três da lista devem acabar indo, sendo eles Desejo e Reparação, Onde os Fracos Não Tem Vez e There Will Be Blood
Surpresa: The Great Debaters veio do nada. Com pouco apoio de outras premiações e com apenas uma indicação a mais, poderia muito bem ter ficado de fora. Por outro lado, não conferi o filme e não serei precipitado
Decepção: Eu diria a ausência de No Vale das Sombras, mas lembrando o que ocorreu ano passado, quando o Globo também não indicou Crash: No Limite, primeiro filme de Paul Haggis na categoria, não foi uma exclusão tão inesperada. Acho que todo mundo esperava ver Na Natureza Selvagem na lista, e acho que perdeu um pouco do prestígio por sua falta, por isso, sua ausência é a grande decepção.

Melhor Filme – Musical ou Comédia

◊ Across the Universe (1 indicação)
◊ Jogos do Poder (5 indicações)
◊ Hairspray – Em Busca da Fama (3 indicações)
◊ Juno (3 indicações)
◊ Sweeney Todd (4 indicações)

• Voltando ao normal, com tradicionais cinco indicados, essa é uma categoria boa e de poucas surpresas. Com três musicais e duas comédias (algo bem raro), serviu de propulsão para Jogos do Poder, que agora ganha mais fôlego para encarar o Oscar.
Surpresa: Sem dúvida a inclusão do ame-me ou odeie-me Across the Universe, dividiu muitas opiniões e nunca surgiu nem como possibilidade na categoria. De qualque forma, foi uma grata surpresa, já que espero muito do filme, principalmente por se trar de um musical e de os The Beatles.
Decepção: A grande ausência aqui foi do hilário e adorável Ligeiramente Grávidos, um exercício original e contundente de comédia, mas também ficaram de fora os elogiadíssimos Once e The Savages.

Melhor Filme Estrangeiro

◊ 4 Mêses, 3 semanas e 2 dias (1 indicação)
◊ O Escafandro e a Borboleta (3 indicações)
◊ O Caçador de Pipas (2 indicações)
◊ Lust, Caution (1 indicação)
◊ Persepolis (1 indicação)

• O Globo mais uma vez quebra as regras e decide incluir filmes falados em língua estrangeira, mesmo sendo americanos, na categoria de filme estrangeiro, que deveria se chamar “melhor filme de língua estrangeira”, para ser mais coerente. Olhando por esse lado, nada muito revelador, já que Persepolis não foi elegível como animação.
Surpresa: Nenhuma, alias, acho que era exatamente assim que eu imaginava a categoria. A animação elogiada, o dois estrangeiros alternativos mais cultuados do ano nas listas e premiações, o esperado e emocionante O Caçador de Pipas, e o polêmico Lust, Caution; sendo de Ang Lee, já consagrado pelo Globo.
Decepção: De certa forma, esperava ver O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias na lista, mesmo sendo bem improvável, como também o ótimo Piaf.

Melhor Diretor

◊ Tim Burton (Sweeney Todd)
◊ Joel & Ethan Coen (Onde os Fracos Não Tem Vez)
◊ Julian Schnabel (O Escafandro e a Borboleta)
◊ Ridley Scott (O Gângster)
◊ Joe Wright (Desejo e Reparação)

• Mais uma categoria que provavelmente se repetirá no Oscar, com pelos menos 3 dos indicados sendo qualificados. O filme estrangeiro O Escafandro e a Borboleta está ganhando mais e mais força, e seu diretor também. Burton acaba de ganhar o sinal verde para ir em direção à estatueta dourada.
Surpresa: Ridley Scott competindo quando nomes bem mais fortes poderiam estar em seu lugar. Sou fã dele, mas não parece a escolha mais sensata, principalmente sendo que o filme teve poucas indicações.
Decepção: A ausência de Paul Thomas Anderson por There Will Be Blood é triste, mas acho que não prejudica suas chances no Oscar, ainda acredito que irá chegar lá. Mesmo assim, foi um grande equívoco não o terem nomeado.

Melhor Ator – Drama

◊ George Clooney (Conduta de Risco)
◊ Daniel Day-Lewis (There Will de Blood)
◊ James McAvoy (Desejo e Reparação)
◊ Viggo Mortensen (Senhores do Crime)
◊ Denzel Washington (The Great Debaters)

• Uma categoria bem interessante. Day-Lewis e Clooney já disparam como certos para o Oscar, já os outros três são mais duvidosos.
Surpresa: Denzel Washington por The Great Debaters. Acredito que ele tenha sido nomeado mais pelo fato de ainda ter outra grande atuação em O Gângster e por ter dirigido The Great Debaters também. Foi mais consolação.
Decepção: Tommy Lee Jones deveria ter aparecido por pelo menos uma de suas elogiadas atuações, seja em No Vale das Sombras (principal) ou por Onde os Fracos Não Tem Vez (coadjuvante). Sua falta é bem contestável. A categoria também enfraqueceu muito Emile Hirsch, Christian Bale e Brad Pitt, que soam cada vez mais distantes do Oscar, com exceção deste último, que ainda acredito ser forte o bastante para chegar lá.

Melhor Atriz – Drama

◊ Cate Blanchett (Elizabeth – A Era de Ouro)
◊ Julie Christie (Longe Dela)
◊ Jodie Foster (Valente)
◊ Angelina Jolie (O Preço da Coragem)
◊ Keira Knightley (Desejo e Reparação)

• Categoria previsível. Pelo menos três irão para o Oscar. Knightley, Jolie e Christie provavelmente darão as caras, a alternativa sendo Blanchett, no lugar de Jolie. Foster foi mais pelo fato de sempre entregar uma atuação acima de excelente.
Surpresa: Nenhuma, como disse, bem previsível mesmo.
Decepção: A ausência de Ashley Judd por sua fenomenal atuação em Possuídos é imperdoavel, e enfraqueceu a atriz ainda mais para enfrentar o Oscar. Acho que o fato do filme ser pouco visto e a propagando em cima ser fraca, enfraquece demais o potêncial da atriz, que merecia muito ao menos uma indicação.

Melhor Ator – Comédia ou Musical

◊ Johnny Depp (Sweeney Todd)
◊ Tom Hanks (Jogos do Poder)
◊ Ryan Gosling (Lars and the Real Girl)
◊ Philip Seymour Hoffman (The Savages)
◊ John C. Reilly (Walk Hard – The Dewey Cox Story)

• Categoria bem divertida. Dos indicados, acho que só Depp chegará ao Oscar, e com grandes chances de levar o prêmio, mas é bom ver Tom Hanks, Ryan Gosling, P.S. Hoffman e John C. Reilly competindo juntos. Todos ótimos atores pelo que parecem ser bons filmes e bons papéis.
Surpresa: O pouco comentado e ainda inédito Walk Hard fez com que Reilly fosse reconhecido e acho que por essa ninguém esperava. Não é das categorias mais previsíveis, e essa inclusão a deixa ainda mais inesperada.
Decepção: Sem grandes decepções, foi uma boa categoria, mas também seria bom ver Don Cheadle por Talk to Me, ou Nicholson e Freeman por The Bucket List. Ou quem sabe, até mesmo Richard Gere, ótimo em O Vigarista do Ano. Mas foi justa.

Melhor Atriz – Comédia ou Musical

◊ Amy Adams (Encantada)
◊ Nikki Blonsky (Hairspray – Em Busca da Fama)
◊ Helena Bonham Carter (Sweeney Todd)
◊ Marion Cottilard (Piaf – Um Hino ao Amor)
◊ Ellen Page (Juno)

• Uma outra categoria pouco inesperada e com nomes já surgindo como fortes concorrentes ao oscar, sendo o principal o de Marion Cottilard, impecável em Piaf, torço para que ganhe o Oscar e o Globo. Blonsky deverá se contentar com sua indicação ao Globo e acredito que Adams também. Se alguma jovem atriz vai encarar o Oscar esse ano será Ellen Page, pelo querido Juno. Bonham Carter também é uma probabilidade, mesmo que incerta até o momento.
Surpresa: Não esperava ver Blonsky aqui, alias, não esperava que Hairspray teria mais de duas indicações. Blonsky merece mesmo, é a Abigail Breslin do ano, mas sem tanto poder ou até mesmo o talento.
Decepção: Eu ainda acreditava que Nicole Kidman poderia ter sido reconhecida por Margot at the Wedding, mas o filme não teve o devido sucesso. Digo o mesmo com o ignorado Ligeiramente Grávidos, sendo a ausência de Katherine Heigl terrível (poderia ter tomado o lugar de Blonsky, que apesar de ótima, nem se compara). Laura Linney também sai prejudicada, com The Savages, mas pelo menos sua co-estrela foi reconhecida.

Melhor Ator Coadjuvante

◊ Casey Affleck (O Assassinato de Jesse James…)
◊ Javier Bardem (Onde os Fracos Não Tem Vez)
◊ Philip Seymour Hoffman (Jogos do Poder)
◊ John Travolta (Hairspray – Em Busca da Fama)
◊ Tom Wilkinson (Conduta de Risco)

• Não completamente previsível ou ruim, esconde algumas surpresas, mas algumas incertezas. Dúvido que Travolta chegue ao Oscar e Hoffman também. Agora, os outros três surgem como fortes concorrentes e não dúvido que chegarem à final.
Surpresa: Com certeza a inclusão de Travolta. Teve ótima performance mesmo, mas nunca esperava que seria reconhecido, nem mesmo pelo Globo. Hoffman também (duplamente indicado) foi inesperado até demais.
Decepção: Eu acreditava que o Globo seria a premiação a entregar a propulsão necessária para Paul Dano chegar ao Oscar, mas me decepcionei, e There Will Be Blood foi pouco lembrado. Como já disse na decepção da categoria de melhor ator, Tommy Lee Jones também poderia ter facilmente entrado aqui.

Melhor Atriz Coadjuvante

◊ Cate Blanchett (I’m Not There)
◊ Saoirse Ronan (Desejo e Reparação)
◊ Julia Roberts (Jogos do Poder)
◊ Amy Ryan (Medo da Verdade)
◊ Tilda Swinton (Conduta de Risco)

• O mesmo que disse de ator coadjuvante digo aqui. Surpresas e incertezas. Blanchett, Ryan e Swinton devem com certeza chegar ao Oscar, já acho que Roberts nunca deve ir e Ronan se mantém como alternativa no lugar de Swinton. Dependende de como será o boca a boca de agora em diante.
Surpresa: Julia Roberts, sem dúvida uma surpresa. Ou ela realmente está bem, ou o Globo acabou superestimando Jogos do Poder. Mas também não esperava a indicação para Saoirse Ronan, apesar de não ser improvável.
Decepção: Eu queria muitas aqui. Michelle Pfeiffer por Hairspray, Emily Mortimer por Lars and the Real Girl, Susan Sarandon por No Vale das Sombras e Meryl Streep por Leões e Cordeiros, excelente. Mas tenho pouco o que opinar.

Melhor Animação

◊ Bee Movie – A História de Uma Abelha (1 indicação)
◊ Ratatouille (1 indicação)
◊ Os Simpsons – O Filme (1 indicação)

• Deve repetir no Oscar a entrada de Ratatouille, com certeza, mas Bee Movie pode ser subestituido (tenho certeza) por Persépolis, e Os Simpsons, apesar de não estar fraco, pode acabar dando lugar ao filme A Lenda de Beowulf, adorado pela crítica.
Surpresa: Absolutamente nenhuma.
Decepção: De certa forma, nenhuma também. Se Ratatouille está entre os indicados já fico feliz até demais. Mas Persepolis poderia ser elegível.

Melhor Roteiro

◊ Diablo Cody (Juno)
◊ Joel & Ethan Coen (Onde os Fracos Não Tem Vez)
◊ Christopher Hampton (Desejo e Reparação)
◊ Ronald Harwood (O Escafandro e a Borboleta)
◊ Aaron Sorkin (Jogos do Poder)

• Todos esses devem chegar ao Oscar, obviamente, divididos entre roteiros originais e adaptados. Talvez o único mais improvável seja Jogos do Poder.
Surpresa: Como já disse, nunca esperava tanto prestígio de Jogos do Poder, e roteiro foi o que me deixou ainda mais ansioso pelo filme e pasmo com seu favoritismo.
Decepção: Faltou Ratatouille, que com certeza deve chegar ao Oscar, e também There Will Be Blood, outro provável. Mas que queria mesmo é o roteiro de Paul Haggis por No Vale das Sombras, ou até mesmo o de Ligeiramente Grávidos, esses não tão certos para a Academia.

Melhor Trilha Sonora Original

◊ Dario Marianelli (Desejo e Reparação)
◊ Howard Shore (Senhores do Crime)
◊ Clint Eastwood (Grace is Gone)
◊ Michael Brook (Na Natureza Selvagem)
◊ Alberto Iglesias (O Caçador de Pipas)

• Normalmente difere da categoria do Oscar, e é fato que Globo de Ouro adoro Clint Eastwood. Por isso, talvez sua indicação por Grace is Gone seja um exagero. Mas de resto, acho que todos podem ir ao Oscar, sendo o favorito Dario Marianelli. Fiquei feliz com a entrada de O Caçador de Pipas e principalmente Na Natureza Selvagem aqui.
Surpresa: Grace is Gone, com certeza. Eastwood é foda, mas talvez esteja em overdose.
Decepção: Aqui faltou There Will Be Blood, como também Sweeney Todd, apesar que esse não deve ser tanto trilha original, mas mais adaptada.

Melhor Canção

◊ “Despedida” de O Amor Nos Tempos da Cólera
◊ “Grace is Gone” de Grace is Gone
◊ “Guaranteed” de Na Natureza Selvagem
◊ “That’s How You Know” de Encantanda
◊ “Walk Hard” de Walk Hard – The Dewey Cox Story

• Outra categoria que acaba se diferenciando demais da do Oscar. Não tenho nada de certeza aqui, a não ser que uma de Na Natureza Selvagem com certeza deve chegar ao Oscar e dependendo, uma de Encantada também.
Surpresa: Mais uma vez, surpreso pelo grande reconhecimento de Walk Hard.
Decepção: Pecado não indicarem Hairspray, é uma pena, muito triste mesmo.


Responses

  1. Que bom que “Atonement” conquistou todas essas indicações, fiquei muito feliz – inclusive vi primeiro aqui no blog ;) Gostei também das indicações para “Sweeney Todd”, sem falar no ótimo “Conduta de Risco” – acho que deve repetir suas quatro indicações no Oscar. “Ratatouille” merecia mais que uma mísera indicação, sem falar que senti a falta de “Zodíaco” na lista.

    Abraço!

  2. Acho que a HFPA fez um favor para “Atonement”, que precisava desse tipo de apoio para se credenciar como o forte concorrente que é.

    No mais, achei uma lista um tanto confusa com aqueles sete indicados a melhor filme e a ausência de gente que deveremos ver no Oscar, como “Into the Wild”, Emile Hirsch, Sean Penn e Hal Holbrook.

    As ausências de Laura Linney e Jennifer Garner colocam a pá de cal nas aspirações de Oscar das duas.

    E inexplicável é a falta de “Falling Slowly” em música original.

  3. Foram exatamente essas as categorias que eu previ pra Hairspray! Não me surpreendi com a indicação de Blonsky, achei merecidíssima! Achei que o filme também seria indicado a canção. E creio que John Travolta irá ao Oscar sim, ele é um dos poucos nomes que está sempre aparecendo nas premiações.
    Quanto aos outros filmes não tenho muito o que comentar. Sweeney Todd vai com força total pro Oscar (adorei a indicação de Bonham Carter) e acho que Jogos do Poder é uma bobagem superestimada.
    Apesar das inúmeras indicações de Atonement, não sei se tem tanto potencial para Oscar.

  4. Comentando seus comentários em cada categoria. :-)

    Acho que a Knightley não chega ao Oscar. Aposto que a Amy Adams “rouba” o lugar dela.

    E pecado, na categoria de melhor canção original, foi a ausência da linda “Falling Slowly”, de “Once”.

    Bom final de semana!

  5. Wally, não adianta! Para mim, o Globo de Ouro é um fanfarrão!

    Gosto é do Oscar!

    Abs! Bom fim de semana!

  6. As atizes que estao concorrendo na melhor em drama sao muito boas, acho muito dificil que alguma do musical tire o lugar de uma delas no oscar.
    Mas se issu acontecer acho que deve ser pela Ellen Page que esta maravilhosa em juno.
    Estou satisfeito com as indicadas e estou torcendo muito por Knightley porque ela é ótima, nao é atoa que se destacou entre as jovens da sua idade e agora ja esta caminhando pela sengunda vez ruma ao oscar.

  7. Niger, deixa um link da próxima vez, assim poderei o responder melhor. Isto é, se tiver um blog. ;)

    Eu acho que da categoria de Musical ou comédia, está bem claro que Marion Cottilard vai ao Oscar e, se eles foram espertos, ela vencerá. Está impecável em Piaf. Se não viu, veja.

    Ciao!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: