Publicado por: Wally | Sábado, Dezembro 8, 2007

Eu os Declaro Marido e…Larry!

chucklarry3.jpg 

Casados com o azar

Chuck e Larry são dois bombeiros de Brooklyn. Um ano após a morte de sua mulher, Larry começa a temer pela condição de seus filhos se, por uma tragédia, ele perder sua vida. Graças a burocracia das leis do governo, Larry é obrigado a se casar falsamente com Chuck, para que no caso de sua morte, os seus bens podem ser passados para ele. Mas a fiscalização não será mole, e o que era uma farsa terá que se tornar um casamento gay de verdade.

Até pouco mais da metade de Eu os Declaro Marido e…Larry!, você se sente como se estivesse realmente vendo uma comédia descompromissada e leve, com ótimas piadas, humor agradável e muita coisa boa, porém, antes mesmo de chegar ao seu clímax, o longa sucumbe não só para os clichês do gênero, mas para esteriótipos grosseiros e um melodrama barato e repugnante, que revela a fita sendo completamente hipócrita e repreensível. Para os mais desatentos, o filme pode muito bem se passar como bom divertimento e uma boa comédia, mas para quem presta atenção á detalhes, será difícil – muito alias – não perceber os defeitos revoltantes. Mais revoltante que o filme em sí, porém, é saber que o brilhante roterista Alexander Payne (dos geniais Eleição, As Confissões de Schmidt e Sideways) estava envolvido. É triste.

biel2.jpgPor outro lado, você percebe como o filme acabou te cativando por mais ou menos uma hora de duração. Cometia habituais pecados, mas ainda era um filme razoável e assistível, se não tivesse que dar uma de politicamente correto e tentar entregar lições de vida e moral, quando na verdade ele não tem nenhuma. Ao longo da duração, o filme não só entrega piadas relativamente offensivas e esteriótipos ridículos, mas tenta consertar tudo com seu final, quando “tenta” defender direitos iqualitários e o amor verdadeiro, que vence qualquer barreiras. Pessoalmente, prefiro rever O Segredo de Brokeback Mountain, longa que toca em todos os temas massacrados no final dessa comédia com dignidade e relevância, sem recorrer ao melodrama absurdo.

Se há algo que verdadeiramente funciona no filme é sua trilha sonora, e apesar de deixar muitos momentos bem mais charmosos e contundentes, não é o suficiente para deixar a sessão menos ruim. Afinal, há um limite e uma trilha sonora, por mais boa que seja, não realiza milagres, mas essa chegou perto. De clássicos, á sensações dos anos 80 até as canções mais contemporâneas, é ótima. Outro fator que vale a pena mencionar no longa é seu visual bem sofisticado. Sobre os atores, Adam Sandler nunca foi bom, e uma vez ou outra faz bom humor, mas ainda é um cara que tem muito a aprender e pouco a entregar ao cinema. Ao seu lado, Kevin James, que deveria ter ficado em filmes como coadjuvante. Do elenco, posso dizer que funcionam muito bem Dan Aykroyd e Steve Buscemi, hilários e com bons diálogos, algo bem raro no filme.

No final das contas, não é um filme do qual recomendaria. Sua hipocrisia me irritou acima de tudo, mas é claro que seu humor é, até certo ponto, agradável, e visto descompromissadamente, ignorando completamente seu clímax melancólico, pode ser aproveitado, algo impossível para quem se diz respeitar o autêntico e o original. O diretor, Dennis Dugan, ganhou pontos em estilo e perdeu em falta de tato ou com sua pura mediocridade ao investigar certos temas. Do roteiro, ainda custo acreditar que Payne estava envolvido, e prefiro ter a crença de que ele foi dono dos bons momentos e os outros roteristas dos péssimos. Iludido e ingênio, eu sei, mas depois de tanta mediocridade, é dificil sair ileso da sessão.

[I Now Pronounce You Chuck and Larry, 2007] de Dennis Dugan. com Adam Sandler, Kevin James, Jessica Biel, Dan Aykroyd, Steve Buscemi, Ving Rhames e Allen Covert. [Comédia, 110 minutos]

model.jpg


Responses

  1. Wally, não achei o filme hipócrita. Eu acho que ele trata de um tema delicado, com humor, mas sem nunca cair no ridículo. O que eu gostei mais em “Eu os Declaro… Chuck e Larry” foi a questão da brincadeira com os tipos machões que estão no Corpo de Bombeiros, heróis que viraram símbolos sexuais após os atentados de 11 de Setembro.

    Bom final de semana!

  2. Até queria ver esse filme, mas depois de tantas críticas negativas, achei melhor esperar para o DVD. Como você disse, já é possível esperar um filme cheio de clichês (e hipócrita) quando o protagonista é o Adam Sandler – ele nunca teve critério em suas escolhas, o que pode prejudicar sua carreira como ator “sério”. Gostei do comentário sobre “Brokeback”…

    Abraço! :)

  3. Opa cara,tudo certo?

    Resolvi passar aqui, já que sou da SBBC e vc tbm…

    Olha, vou te dizer sinceramente, não espero muito desse filme, e por isso resolvi esperar pelo dvd..realmente, qqr coisa que tenha o Adam Sandler no meio, eu prefiro pensar duas vezes antes de ver..

    Gostei bastante do seu blog, posso te linkar?

    Abraços!

  4. Concordo plenamente, Wally. É uma das comédias mais hipócritas sobre o gênero que eu conheço. Quanto ao Payne pode ter certeza de que não ficou nada satisfeito com o projeto. Ele inclusive ameaçou tirar o nome dele dos créditos (pena que não o fez). Neste estilo de comédia ainda prefiro a bobinha Cruzeiro das Loucas.

  5. Só mais uma coisa: Sandler é ator para Drama. Vi Reine Sobre Mim e cheguei a essa conclusão., pois os únicos filmes dele que prestam são: Embriagado de Amor (*****) e Reino Sobre Mim (***).

  6. Quero ver esta comédia. Sempre gostei dos filmes de Adam Sandler, desde “Billy Madison” até “Como se Fosse a Primeira Vez”. Sem dizer que Jessica Biel com os trajes de Mulher-Gato vai ser um grande atrativo…
    Tentarei alugar “Reine Sobre Mim” na próxima semana. É bom?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: