Publicado por: Wally | Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

National Board of Reviews: os escolhidos

ondeosfracosnaotemvez.jpg 
Melhor filme do ano: Onde os Fracos Não Tem Vez
Top 10 filmes do ano: (em ordem alfabética pelo nome original)
assassination_of_jesse_james_by_the_coward_robert_ford.jpg atonement_ver2.jpg bourne_ultimatum_ver2.jpg bucket_list.jpg into_the_wild.jpg
juno.jpg kite_runner.jpg lars_and_the_real_girl.jpg michael_clayton_ver4.jpg sweeney_todd_ver4.jpg
O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford; Desejo e Reparação; O Ultimato Bourne; Antes de Partir; Na Natureza Selvagem; Juno; O Caçador de Pipas; Lars and the Real Girl; Conduta de Risco; Sweeney Todd

escafandro.jpg
Melhor filme estrangeiro do ano: O Escafandro e a Borboleta
Top 5 filmes estrangeiros do ano: (em ordem alfabética pelo nome em inglês)
four_months_three_weeks_and_two_days.jpg bands_visit.jpg counterfeiters_ver2.jpg vie_en_rose_ver2.jpg lust_caution.jpg
4 meses, 3 semanas, 2 dias; The Band’s Visit; The Counterfeiters, Piaf: Um Hino ao Amor; Lust, Caution

No ínicio da grande temporada de premiações que virá a seguir, um dos melhores termômetros do Oscar acaba de escolher os seus melhores do ano. O NBR, ou National Board of Reviews nomeou, ontém, a sua escolha para os melhores filmes do ano, e as melhores performances. Os escolhidos pela premiação estão acima e abaixo, com o melhor filme do ano, de acordo com o NBR, sendo Onde os Fracos Não Tem Vez, ainda inédito no Brasil, drigido por Joel e Ethan Coen, discutívelmente um dos mais elogiados do ano pela crítica. É fato que o NBR normalmente nomea os preferidos da crítica e muitas vezes, do público, quase nunca definindo qual será o vencedor do Oscar de melhor filme. Em compensação, o escolhido, pelo menos desde 2001, acabou figurando entre os indicados á categoria de melhor filme, tradição que não se manteve em 2000, quando Contos Proibidos do Marquês de Sade foi nomeado o melhor filme do ano pelo NBR. A última vez onde coincidiu o vencedor do NBR com o vencedor do Oscar de melhor filme foi em 1999, com Beleza Americana, e anterioramente com Forrest Gump, A Lista de Schindler, O Silêncio dos Inocentes, Dança Com Lobos, Conduzindo Miss Daisy, entre outros no passado.

Ano passado, o vencedor do NBR foi Cartas de Iwo Jima, que seria futuramente indicado à melhor filme no Oscar. Ainda entre os 10 melhores do ano escolhidos pelo NBR em 2006, mais três filmes da lista futuramente foram também à categoria principal da Academia. Não só isso, mas os vencedores do NBR ano passado em diretor, ator e atriz, se iqualariam aos vencedores das respectivas categorias no Oscar. Vale notar também que desde 1989, só tiveram dois anos (01 e 03) dos quais o vencedor do Oscar de melhor filme não estava entre os top 11 do NBR. Concluindo, o NBR é um dos principais termômetros do Oscar, por isso, fiquem atentos.

Outras categorias:

elah.jpg

Top 10 filmes independentes: Away from Her; Great World of Sound; Honeydripper; No Vale das Sombras; O Preço da Coragem; Nome de Família; Once; The Savages; Starting Out in the Evening; Garçonete 
Top 5 documentários:
Darfur Now; In the Shadow of the Moon; Nanking; Taxi to the Darkside; Toots

michael-george.jpg

Melhor ator: Georgle Clooney por Conduta de Risco
Melhor atriz: Julie Christie por Away from Her
Melhor ator coadjuvante: Casey Affleck por O Assassinto de Jesse James
Melhor atriz coadjuvante: Amy Ryan por Medo da Verdade
Melhor elenco: Onde os Fracos Não Tem Vez
Revelação Ator: Emile Hirsch por Na Natureza Selvagem
Revelação Atriz: Ellen Page por Juno

 burton-sweeney.jpg

Melhor diretor: Tim Burton por Sweeney Todd
Melhor estéia de diretor: Ben Affleck por Medo da Verdade
Melhor roteiro adaptado: Onde os Fracos Não Tem Vez
Melhor roteiro original: Juno; Lars and the Real Girl
Melhor animação: Ratatouille
Melhor documentário: Body of War


Responses

  1. Wally, como é a primeira premiação do ano, o National Board of Review coloca os nomes dos maiores concorrentes em visibilidade. Mesmo assim, temos algumas ausências que, com certeza, terão espaço no Oscar como “There Will Be Blood”, “Charlie Wilson’s War” e “Before the Devil Knows You’re Dead”; bem como as atuações de Marion Cotillard, Javier Bardem e Cate Blanchett.

  2. Gostei bastante do prêmio para “No Country for Old Men”. Sou fã dos irmãos Coen e acho que esse era o grande “retorno” que eles precisavam. Se não são ainda os favoritos ao Oscar, ao menos garantiram a indicação. Uma pena foi esquecerem de “There Will Be Blood”, mas a presença de “Sweeney Todd” me animou bastante.

    Abraço!

  3. Os Coen não fizeram um trabalho original como faziam de FARGO para trás. Agora, eles precisam adaptar livros, refilmar. O problema nisso é que eles sempre foram originais. Acho que filmes “menos sérios” como RATATOUILLE e O ULTIMATO BOURNE mereciam mais…

    Aliás, posso estar louco, mas (no fundo do coração) houve algo melhor do que RATATOUILLE?

    Abs!

  4. Thanks!,

  5. Must have: ,


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: