Publicado por: Wally | Domingo, Setembro 16, 2007

Invasão de Domicílio

breaktitulo

Coisas belas e sujas 

Um arquiteto precisa lidar com o clima pesado em sua casa acerca de sua relação amorosa com sua namorada e a filha problemática, enquanto é provocado por vários roubos acontecendo onde trabalha. Após seguir o jovem assaltante, descobre sua mãe e com isso, entra em um mundo obscuro de amor e mentiras.

O novo filme do diretor Anthony Minghella (O Paciente Inglês) fala sobre a vulnerabilidade das pessoas, parasitas, dependendo da outra para viver. Seja por amor, por ódio ou por dinheiro, os limites e as profundezas da mente humana são coisas desconhecidas. É sobre isso que fala esse drama leve e de pouco impacto, no qual Minghella decide se concentrar na natureza humana acerca de amor, crime, confiança e mentiras. Com um ritmo lento e nada empolgante, o longa atinge momentos belos e efficientes, nos quais Minghella desafia seus personagens e os trata com verdadeira honestidade e intensidade. Mas em um filme cheio de altos e baixos, há momentos onde você deseja que o roteiro fosse menos raso e a direção de Minghella mais ousada.

O que fortalece o filme completamente é o elenco forte e marcante. Jude Law, ótimo, contracena com a excelente Juliette Binoche, com um sotaque pesadíssimo e também com Robin Wright Penn, que tem seus momentos. Os memoráveis Martin Freeman, Vera Farmiga e Ray Winstone são coadjuvantes de peso. Fora o elenco, ainda pode se destacar a parte técnica luxuosa, incluindo bela fotografia e boa edição, além de uma trilha sonora excepcional.

O resultado, no final das contas, acaba se revelando relativamente satisfatório, graças ao trabalho denso dos atores e às virtudes da produção. Mesmo assim, é fato que Minghella se perde no caminho, em vezes traçando retratos psicológicos instigantes e em outros situações rasas e pretensiosas. Felizmente, o diretor faz bom utilizo dos momentos breakingandentering_03.jpgvaliosos, investindo em cada um e mesmo que o roteiro o leve à um desfecho decepcionante e equívocado, ainda há coisas boas a serem apreciadas no filme.

[Breaking and Entering] de Anthony Minghella. com Jude Law, Juliette Binoche, Robin Wright Penn, Martin Freeman, Ray Winstone, Vera Farmiga e Rafi Gavron. [Drama, 120 minutos]

Anúncios

Responses

  1. Como já disse, gostei desse filme
    O elenco segura o roteiro pouco explorado. Adorei especialmente Juliette Binoche.
    O filme merece nota 8.0

  2. Odiei esse filme, para mim uma das coisas mais manipuladoras que vi no cinema recente (junto com “Crash”), mas enfim, tem seus fãs… Você vai me perdoar novamente, mas achei o elenco nos piores de seus dias, especialmente a Juliette Binoche (digna de Framboesa de Ouro). O Minghella já fez melhor…

    Abraço!

  3. Juliette Binoche é o q há nesse filme. E o título do seu texto não poderia ter sido melhor escolhido.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: