Publicado por: Wally | Segunda-feira, Junho 30, 2008

Ligados pelo Crime

Lançamento direto em DVD

Carrossel de emoções

Cercando a vida de várias pessoas distintas e interligadas, fala sobre as emoções que ligam um homem de negócios que aposta sua vida numa corrida de cavalos, um gângster com a habilidade de prever o futuro, uma popstar que é vitimizada por um poderoso da máfia e um médico que precisa salvar o amor de sua vida.

Filmes que flertam com a realidade e os circumstânciais eventos que podem unir as pessoas mais diferentes e distintas sempe me conquistam, provavelmente por sempre conterem mensagens belas e importantes, por conseguirem me tocar muito e por apresentarem, enfim, uma visão realista sobre emoções. Foi assim com “Crash – No Limite” e o recente “Babel”. Nesse “Ligados pelo Crime” – título vagabundo para ‘The Air I Breathe’ que seria traduzido ‘o ar que respiro’ – temos essa estrutura de vidas interligadas de forma curiosa, originando de um antigo provérbio Chinês que separa a vida em quatro emoções: felicidade, prazer, tristeza e amor. O filme começa muito bem ao apresentar cada um de seus quatro personagens principais sem nome, sendo caracterizados cada um por uma dessas emoções. O filme portanto transforma-se em um panorama sobre as emoções, mas ao passo que a direção não se carrega completamente verossímil por toda a sessão, as emoções vão se tornando frívolas, e o panorama loga se transforma em um carnaval, um carrossel de emoções superficiais.

De início, tudo me cativou. O elenco diversificado e competente me chamou a atenção e a forma como cada um é apresentado também foi bastante criativo e eficiente, mas o afeto que você vai construindo por cada um deles vai se esvairando aos poucos, até chegar a um ponto onde você não mais vê se importando por nenhum deles. Principalmente porque nada soa realista o bastante para realmente instigar, por isso o filme nunca se intensifica ou emociona. As escolhas de seus personagems muitas vezes beiram o inacreditável e o rídiculo, sendo que algumas me remetiam diretamente ao melodrama exagerado de novelas brasileiras. Tudo para ser emocionante e mandar uma bela mensagem. No primeiro quesito comigo o filme fracassou, enquanto no segundo talvez tenha encontrado o êxito, visto que a mensagem positiva que envia é realmente valiosa, mas se enfraquece completamente visto que o filme em sí a deixa fraca. Vai à extremos para promovê-la e peca justamente nesse sentido. Tudo é muito exagerado, pungente em todas as maneiras errôneas.

“Ligados pelo Crime” possui uma narrativa toda falha e uma linguagem extremamente fraca, mas se distância da tragédia por alguns elementos, como já listei. O filme me cativou de início e fui me tornando íntimo de seus personagens, apenas para ver que eles escorregavam da minha mão ao passo que o roteiro se tornava mais exagerado e a direção mais superficial. Também tem o elenco. Chega a um ponto onde os personagens já estão tão falsos e inverossímeis que nem os atores salvam, mas até esse momento temos boas atuações de Forest Whitaker, Kevin Bacon, Julie Delpy, Sarah Michelle Gellar, Emile Hirsch e Andy Garcia, sendo o elo fraco Brendan Fraser, um ator que infelizmente nunca conseguiu me convencer de verdade. Eles fazem a parte deles, o problema é mesmo toda a fragilidade do filme, que acha que conseguirá se sustentar em emoções exagerados e momentos catárticos que soam tudo menos autênticos.

Então torna-se fácil entender o porque do filme ter sido tão ignorado nos Estados Unidos e lançado diretamente em DVD aqui no Brasil. É um filme fraco, de intenções fortes e que envia uma mensagem positiva sobre seguir seus impulsos e suas emoções, deixando de lado o lógico. O filme faz iso diversamente, o problema é que deixa se levar por falsas emoções e acaba se tornando ilógico demais. Isso debilta os personagens, a narrativa e a mensagem em sí, que não é transmitida da forma melhor e portanto, se esvaira, não permanecendo com a audiência e se perdendo no vazio. O filme não marca, ou emociona. O máximo que faz é incomodar, visto que podia ter sido muito mais com o que tinha em mãos, desperdiçando tudo com escolhas erradas e falta de densidade ou cenas mais elaboradas. Com um orçamento tão fraco, podiam ter investido mais em tomadas mais simples e em emoções mais verdadeiras, mas insiste em sensacionalizar seus sentimentos e fazerem deles espetáculos. Mas isso não é parque de diversões.

The Air I Breathe (2007)
Direção:
Jieho Lee
Roteiro: Jieho Lee e Bob DeRosa
Elenco: Brendan Fraser, Sarah Michelle Gellar, Andy Garcia, Kevin Bacon, Forest Whitaker, Emile Hirsch, Julie Delpy, Clark Gregg, Kelly Hu
[Drama, 95 minutos]

About these ads

Responses

  1. Trama reviravoltante já é um clichê. Alguns cineastas conseguem manipular os clichês e entregar um filme notável. Ligados pelo Crime tem bons momentos mas nunca empolga. Fiquei com a sensação de que a melhor coisa do filme foi o Brendan Fraser.

    Abraço!!

  2. É uma pena, pois é uma versão frustrada de Crash. No caso, acredito que a historia da Sarah Michelle Gellar é a mais cliche de todas, aquele final a ligando com o Forest Whitaker foi altamente previsivel.

  3. Acho que para fazer um filme nesse estilo é preciso ter um domínio que somente grandes diretores demonstram, não à toa raramente me encanto com tramas como essa. Talvez veja por curiosidade…

  4. A impressão é que tinha tudo pra ser um filme bom, mas acaba soando tudo muito forçado. É isso??
    Uma pena.

    Talvez veja por acidente…hehe

  5. É pena. Com um elenco tão interessante assim…

  6. Wally, também adoro filmes que entrelaçam narrativas. Este tipo de história me emociona também, mas fiquei decepcionada ao ler seu texto, já que esperava que “Ligados Pelo Crime” fosse bom. Mesmo assim, espero conferir a obra.

  7. Eu queria ver esse filme, mas sua crítica acabou com as minhas esperanças. Também eu que queria o quê, né? Com a Sarah Michelle Gellar no elenco, não dá pra ser boa coisa.

    Abs!

  8. ♦Pedro concordo com você até você elogiar Fraser. Não consigo gostar dele.

    ♦Isabela exatamente isso mesmo!

    ♦Vinicius tenho certeza que você não vai gostar, mas veja por curiosidade mesmo.

    ♦Victor isso mesmo. E cuidado com esses acidentes.

    ♦André realmente o filme poderia ter sido muito mais.

    ♦Kamila também esperava que o filme fosse bom, mas achei bem fraquinho. Talvez você goste, afinal, Alex achou muito bom.

    ♦Otavio não acredito que gostará do filme, mas veja sim, mesmo que por curiosidade. E sabe que Gellar pode ter seus tropeços mas costuma me cativar?? Rssrrsrs. Foi assim no meu guilty pleasure “Segundas Intenções” e no recente “Southland Tales”.

  9. Wally, “Ligados Pelo Crime” foi mal-sucedido lá nos Estados Unidos pelas poucas salas que pôde disponibilizar e no Brasil pelo fato de ser comprado por uma distribuidora independente que lança filmes na tela grande quando adquirem um apelo comercial maior – e não por ser fraco. O que me incomoda neste filme ao ponto de não torná-lo perfeito são as várias coincidências que rondam o roteiro, como aquela onde o Kevin Bacon descobre pela tevê que Sarah Michelle Gellar tem o mesmo tipo sanguíneo que a Julie Delpy. Mas o roteiro de Jieho Lee e Bob DeRosa é tão forte na hora de compartilhar as emoções principais de seus quatro personagens centrais que fica difícil sair indiferente ao filme.

    Abraços!

  10. Taí um filme de que pretendo passar longo, muito longe! huahuahua

    Alias, estou com novo blog! Te add por lá!

    http://louisinreallife.wordpress.com/

  11. Eu não vi esse filme e não é o primeiro que vejo críticas ruins, deixa ele no fim da lista mesmo!! hehe

  12. É uma pena que elenco interessante reunido seja desperdiçado numa trama frouxa.
    Mesmo assim ainda pretendo conferir.

    Abraço

  13. Concordo com tudo que você disse e ainda mais um pouco! É realmente um filme fraco com boas intenções, mas, como diz o sábio, “de boas intenções o inferno tá cheio”…
    Abraço!

  14. Ainda não assisti mas me interessa muito, tem um elenco bem interessante. Ainda pretendo conferir.

    e eu tinha gostado muito do título original do filme, mas essa tradução ficou podre, pra variar.

  15. ♦Alex não queria dizer que o filme fracassou por ser ruim, mas que eu entendia o porquê de muitos terem criticado e ignorado ele. Acho que o motriz do filme realmente está nas emoções, mas não acredito que essas tenham sido bem trabalhadas a ponto de comover ou entiçar. E sim, as coincidências são terríveis.

    ♦Louis que ótimo! Assim que der passarei lá e te linkarei.

    ♦Robson realmente não é recomendável.

    ♦Hugo veja sim. Filmes assim costumam dividir opiniões. Eu não gostei, mas o elenco realmente foi desperdiçado.

    ♦Luciano ta certíssimo!

    ♦Marcel veja sim e me fala depois o que achou. E sim, a tradução é extremamente porca, só para chamar mais atenção.

  16. Wally, estou com esse filme pra ver faz algum tempo, mais pela curiosidade em rever a Sarah Michelle Gellar do que pela historia do filme em si… Ela sempre foi tao talentosa em Buffy, mas a carreira no cinema ate agora nao emplacou. Tb nunca gostei muito do Brendan Fraser…

  17. ♦Romeika também acho que ela não chegou a emplacar, e nunca vi Buffy, mas considero ela carismática e fui cativado por seus papeis em Segundas Intenções e Southland Tales.

  18. Eu que considero interessante a tragetória da atriz Sarah Michelle Gellar, fui atras do filme por me simpatizar com suas atuações e pelo fato do filme ter um genero um tanto quanto proximo de Crash e Babel que de fato gostei bastante! Mas me decepcionei com as atuações fracas, e a pouca desenvoltura da historia. De inicio fikei cativada e fui me sentindo proxima de cada historia mas no meio do filme já nao sentia mas nenhuma piedade nem compaixao pelos personagens, só esperava a proxima cena, o filme perde o elo de ligação com o publico! Esperava muito mais de Kevin Bacon e Brendon Frasier! O filme sinceramente deixou a desejar, um dos motivos que talvez nao o tenha levado ao cinema Brasileiro!

  19. Nossa gente, eu não achei tão ruim assim , tá certo que houve alguns erros , acidentes, mas o filme tem um bom roteiro que me proporcionou emoção quase o filme inteiro , acho que eles inventaram um pouco. Não foi um filme tão eleborado, mais tem uma trama envolvente, um filme que tem alguns erros ,mais que con certeza da pra assistir , Eu Recomendo

  20. achei o filme meio fraco também, mas gostei do Brendan Fraser. foi o primeiro papel que eu vi dele que ele não é um idiota.

    primeira vez que visito esse blog, parabéns por ele! ;)

  21. [...] elenco, encontramos pouca colaboração. Quem protagoniza é Brendan Fraser (Ligados pelo Crime), que já oficializou sua pinta de herói brutamonte depois de três aventuras de “A [...]

  22. [...] Elogios merecem ir à um ótimo Sam Rockwell (Choke – No Sufoco), o excelente Kevin Bacon (Ligados pelo Crime) e coadjuvantes de peso como Matthew Macfadyen (Morte no Funeral), Oliver Platt (Ensinando a Viver) [...]


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: